Publicado por: Blog do Trio | 29/02/2012

Nação Palestrina,

Muito embora deva se enaltecer o pioneirismo da ação que pretende arrecadar fundos para a contratação de Wesley, algumas considerações devem ser feitas acerca dos possíveis resultados.

Se o desfecho for uma arrecadação vultosa, tudo são flores, alegria, alegria!

No entanto, caso arrecademos uma quantia pífia frente os valores milionários envolvidos na negociação, teremos, ao meu ver, duas possíveis interpretações para o fracasso.

A primeira seria o baixo poder aquisitivo da torcida palmeirense, algo que, se observado pelos especialistas da área de marketing, poderia prejudicar o posicionamento de nossos produtos no mercado consumidor. Afinal, quem não doa por paixão, dificilmente compra por impulso.

Outra possível interpretação, e a mais difundida, é a de que amigos são amigos e os negócios estão à parte. Uma coisa é torcer, comprar camisa e ingresso, outra é colocar a mão no bolso para “ajudar” o seu time.

Essa conclusão não seria nova, se considerarmos o fracasso vivido pelo co-irmão da Marginal ao tentar, ainda na década de 70, passar o chapéu (no caso o barril) para trazer Paulo César Cajú.

Acredito que o aceite de doações de pequena monta, com postos espalhados em locais estratégicos da cidade, surtiria um efeito mais produtivo, na medida em que possibilitaria ao mais humilde torcedor, dar a sua contribuição para o clube.

Espero que tenhamos doações significativas nos próximos dias, pois, caso não alcancemos o objetivo financeiro proposto, não vejo nenhum ganho que esta ação possa nos trazer.

guilherme.mendes@blogdotrio.com.br

http://twitter.com/guirmmendes

Anúncios

Responses

  1. O Guilherme, você como sempre, muito centrado, inteligente, e de bom senso, sua publicação está muito correta, clube de futebol é hooby, e não instituição de arrecadação, se não tem grana não compra, e se por acaso o Weslei não jogar o que se espera, imagine a situação, os torcedores já cobram sem dar um tostão, imaginem dando grana. acho que foi um furo n’agua. Manuel Fernandes. (NãoFoiAcidente)

  2. Guilerme,

    A velharada lá fez merd@ de novo. Uma campanha como essa só pegaria (e olhe lá) se o cara fosse um idolo consagrado do Palmeiras ou da seleção brasileira.
    Parece que os nonos lá da pompéia pensam com a bunda.

  3. Guilherme bom dia!
    Desculpe, mas acho que não houve pionerismo.. No passado já houve uma campanha parecida no Corinthians para contratação do Paulo César Caju.. E a lembraça que tenho, é que tb foi um fracasso.
    A única campanha parecida que parece que deu um pouco certo (na arrecadação), foi “Ouro para o Bem do Brasil”. Onde foi para o Ouro não sei, mas pelo que me lembro ocorreram muitas doações..


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: