Publicado por: Blog do Trio | 20/10/2011

O Fabuloso voltou!

SPFC 1×0 LIBERTAD

Nação Tri-Mundial,

Agora sim podemos dizer que de fato o Fabuloso voltou!

Sem dúvida nenhuma, o gol dele foi a grande atração do jogo de ontem.

Conforme já era esperado, Milton Cruz não fez grandes alterações no time.

O time foi praticamente aquele que Adílson mandou a campo contra o Atlético-GO no último domingo.

E na primeira etapa vimos um São Paulo que não conseguia furar o paredão que era a marcação do Libertad. Com duas linhas de quadro jogadores muito bem formada, o técnico Argentino Burruchaga (aquele mesmo da Copa de 86) conseguiu anmular o setor ofensivo do São Paulo, que com 3 voltantes era muito lento.

Assim, o primeiro tempo foi todo do São Paulo tentando atacar e parando na marcação do Libertad. Luis Fabiano, isolado na frente, praticamente não viu a cor da bola.

De outro lado, o Libertad era praticamente inofensivo no ataque, o que não justificava nosso time manter 3 jogadores fortes na marcação.

Já na segunda Milton Cruz conseguiu ler muito bem o jogo e, numa tacada só, colocou Marlos no lugar de Cícero e Casemiro no lugar de Denílson.

E o jogo mudou! O time ganhou velocidade e começou a conseguir furar o bloqueio Paraguaio.

As chances de gol, praticamente inexistentes na primeira etapa começaram a aparecer, até que aos 31 minutos Luís Fabiano, no seu melhor estilo, recebeu uma bola ajeitada de cabeça por Dagoberto e mandou para o fundo das redes.

Foi aquele gol para tirar a zica! Agora que abriu a porteira, tenham certeza muitos outros virão!

Por todas as circunstâncias, considero um bom resultado.

O Libertad não é bobo não. Tem um bom treinador, além de diversos jogadores que são titulares da seleção Paraguaia, vice campeã da última Copa América.

Contudo, no jogo de volta em Assunção eles terão que sair para o jogo, o que invariavelmente nos dará mais espaço para jogar.

Ou seja, temos todas as chances de voltar de lá com a vaga.

Reprovável apenas a postura da torcida. Não de quem foi, mas justamente de quem não foi ao Morumbiu ontem. A Copa Sul-americana vale e vale muito. Primeiro por ser um título internacional que não temos, e segundo por valer uma vaga na Libertadores de 2012.

Aurélio Camargo

aurelio.camargo@blogdotrio.com.br

Siga-me no Twitter: http://www.twitter.com/blogdotrio

Anúncios

Responses

  1. São Paulo é a cidade mais importante do Brasil. A capital paulista é responsável por 1/7 do PIB do Brasil (país que ocupa hoje a 7ª posição no ranking das maiores economias do mundo). É a cidade mais populosa do Brasil, das Américas e de todo o Hemisfério Sul (6ª maior do planeta). O principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América Latina. São Paulo é também a cidade brasileira mais influente no cenário global, sendo considerada a 14ª cidade mais globalizada do planeta.

    São Paulo de Piratininga surgiu como vila pioneira e isolada do interior do Brasil. Da vila saíram os bandeirantes desbravadores que empurraram para milhares de quilômetros além as fronteiras brasileiras. São Paulo se tornou o centro dinâmico da economia brasileira, graças ao café, já na segunda metade do século XIX, e teve participação decisiva na formatação da República. Em São Paulo foi realizada a principal greve geral da República Velha, em 1917, com participação marcante dos trabalhadores de ideologia anarquista. A maior revolta anti-oligarquia foi a Revolução Tenentista de 1924, que chegou a tomar o poder na cidade de São Paulo e que deu origem à memorável Coluna Prestes. Em 1932, um novo movimento revolucionário em São Paulo, a Revolução Constitucionalista, conseguiu enfim uma constituição do “governo provisório” de GV (a qual teria, no entanto, vida curta, sendo logo substituída pela constituição ditatorial do Estado Novo). Com a industrialização brasileira, São Paulo acentuou a sua importância na economia do país. Mesmo com as transformações ocorridas nos anos mais recentes, com o incremento dos serviços e dos negócios, o protagonismo paulistano continua evidenciado: São Paulo é a sede de 63% das sedes das multinacionais estabelecidas no Brasil, e a BMF&Bovespa é a maior bolsa de valores do continente americano e a segunda maior do mundo.

    São Paulo é o berço do futebol brasileiro. O esporte bretão foi introduzido em nossas terras pelo paulistano Charles Miller, que estudou na Inglaterra, jogou em várias equipes locais (dentre elas, o Corinthian FC), e que voltou à sua cidade natal trazendo duas bolas de futebol. Charles Miller organizou a primeira partida de futebol no Brasil, disputada na Várzea do Carmo, em 1895. Charles Miller também é o principal responsável pela realização do primeiro campeonato de futebol disputado no Brasil: o campeonato paulista de 1902. Em 1913, uma revolução no futebol paulista: o Corinthians, de origem popular, ganha uma disputa eliminatória e adentra os gramados do campeonato paulista, até então só pisado por chuteiras elitistas. Em 1919, a Seleção Brasileira conquista o seu primeiro título, do Campeonato Sul-Americano, tendo como destaques os jogadores paulistas Friedenreich e Neco. 1922, ano do Centenário da Independência: a cidade de São Paulo promove a Semana de Arte Moderna, que escandaliza a sociedade e revoluciona a arte nacional; o Corinthians se sagra campeão paulista e inicia o primeiro de seus dois tricampeonatos na década, títulos que consagraram definitivamente o alvinegro como a principal agremiação paulista. Em 1922, na campanha da conquista do seu segundo Sul-Americano, a Seleção Brasileira pela primeira vez é defendida por um jogador negro: o meia-esquerda Tatu, do Corinthians. A primeira das cinco Copas do Mundo conquistadas pelo Brasil, em 1958 (superando o trauma do Maracanazo de 1950), teve comando paulista, tanto técnico quando administrativo. O título de 1958 significou a coroação precoce do Rei do Futebol, maior jogador do Brasil e do mundo em todos os tempos, Atleta do Século XX, o mineiro e jogador paulista Pelé.

    São Paulo é a capital do estado que é o centro hegemônico do futebol brasileiro. Os clubes paulistas possuem 17 títulos do Torneio Rio-São Paulo (contra 10 dos clubes cariocas), 34 títulos nacionais (os clubes cariocas, que vêm a seguir, possuem 18 títulos), 7 títulos da Copa Libertadores ( a seguir vêm os clubes gaúchos, com 4 títulos) e 2 títulos do Mundial de Clubes (1 título possui o futebol gaúcho).

    Da cidade de São Paulo não se espera algo que não papel protagonista na realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Superadas questiúnculas momentâneas, frutos de ressentimentos e ciúmes, a capital paulista cumprirá condignamente a missão que lhe cabe, e realizará uma grandiosa e inesquecível abertura de Copa, naquele que passará a ser o principal templo do futebol brasileiro, o Fielzão.

  2. Aurélio,
    o tricolor fez um bom jogo, o adversário não é lá essas coisas, mas a competição, como vc bem, disse vale muito e todo jogo é uma final.
    Fico feliz pelo gol do Fabuloso, é mais um craque que esta de volta, e olha que estamos precisando…

    Já o meu flamengo(com minusculo mesmo)… vergonhoso….

    BLOG DO CLEBER SOARES
    http://www.clebersoares.blogspot.com

    Rapaz, o que aconteceu com o seu Flamengo?? Não acreditei quando saí do Morumbi e ouvi no rádio!!

    abraços,
    Aurelio


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: