Publicado por: Blog do Trio | 15/05/2011

Sem surpresas.

SANTOS 2 X 1 CORINTHIANS

O troféu que ninguém queria receber (Crédito: Ari Ferreira / Lancepress).

Nação Corinthiana,

Não foi desta vez.

Sem sofrer qualquer susto, o Santos venceu o Corinthians na tarde deste domingo e sagrou-se campeão paulista pela décima-nona vez em sua história.

Por mais que sua oração para São Jorge fosse forte, o torcedor corinthiano tinha noção da disparidade técnica entre as duas equipes, bem como do favoritismo santista em decidir o título na Vila Belmiro.

E esse favoritismo ficou bem claro desde o início do jogo, visto que o time do Parque São Jorge ficou facilmente envolvido pelo futebol praiano.

Tanto que o primeiro gol do Santos, que saiu logo aos 16 minutos, foi precedido por diversas jogadas que fizeram o goleiro Julio César trabalhar bastante sob as traves.

O Corinthians pouco agrediu a equipe da casa na primeira etapa e, por sorte, chegou ao fim dos 45 minutos iniciais sem sofrer um revés maior.

No segundo tempo, o Corinthians voltou com William no lugar de Dentinho, mas a postura da equipe pouco mudou.

Isso porque, a exemplo do que vimos em partidas anteriores, o Timão mantinha a posse de bola, mas apresentava dificuldades em conduzi-la ao ataque com qualidade, optando pelas mal-sucedidas tentativas de ligação direta.

Entretanto, apesar de desorganizada, a reação corinthiana se aproveitava do cansaço da equipe santista para pressionar a fim de chegar ao empate e levar a disputa para as cobranças de penalidades.

Eis que, aos 38 minutos, o goleiro Julio César deixa escapar um chute despretensioso de Neymar, fazendo com que a bola lentamente atravessasse a linha do gol.

O Timão chegou a marcar aos 41 minutos, mas não teve jeito. O título ficou na baixada santista.

Seria muito fácil neste momento eleger o camisa 1 corinthiano como “vilão” da partida, atribuindo a derrota do Corinthians exclusivamente à sua infantil falha no segundo gol santista.

Vale lembrar que o mesmo Julio César, no primeiro tempo do jogo, fechou o ângulo de Neymar quando o mesmo surgiu sozinho na frente do gol, salvando a meta corinthiana.

Sim, os jogadores do Corinthians se esforçaram e lutaram bravamente nas últimas partidas.

Porém, contentar-se com tal fato é enxergar apenas um prisma da situação e, assim, ser conivente com a incompetência do departamento de futebol nesta temporada.

Afinal, o esforço sobre-humano de nossos atletas só demonstra o baixo nível técnico da equipe formada pela diretoria, capitaneada por um treinador fraco e retrógrado.

E, até o momento, a perspectiva do futuro corinthiano não é muito melhor do que a situação atual.

Pois, enquanto os sonhos da vez são Paulo Henrique Ganso e Seedorf, a realidade de nossos novos reforços atende pelos nomes de Gilberto e Edenílson.

Vale lembrar que a contratação de Alex, ex-Internacional/RS, já está acertada, mas o atleta somente poderá atuar pelo Corinthians em agosto.

Até lá, São Jorge ainda será a nossa maior esperança.

fabiosallum.blogdotrio@gmail.com

http://twitter.com/FabioSallum

http://www.formspring.me/FabioSallum

Anúncios

Responses

  1. Com esse técnico e esse goleiro, não há futuro.

    Fábio Sallum: O problema é o time todo.

    Abraços!

  2. CADÊR A GALINHADA??? QDO ESCREVE FALANDO QUE O BARRACO DE VCS NÃO VAI SAIR DO CHÃO A GALINHADA APARECE EM PESO PARA ENCHEWR O SACO… QDO PERDE SOME,…..
    CHOOOOOOOOOOOOOOOOOOORA GALINHADA!!!!!

  3. O Santos foi campeão de maneira merecida e não se discute.
    Mas um time que em 3 jogos decisivos não consegue criar situações de gols não tem futuro mesmo!
    O Tite parece eu jogando Winning Eleven, trocando 6 por meia duzia! Será que ele não percebeu que o Jorge Henrique não acertava um passe? Pode trazer 11 jogadores de seleção que com esse cara não dá! O pior é que a diretoria viu o Mano Menezes acabando com o time do inter do Tite, e que era um bom time em 2009 e ainda insiste nesse cara! Fora que o cara já entregou um brasileiro, perdeu o paulista e teve a façanha de ser eliminado numa pré-libertadores!
    Sei lá cara o ano vai ser longo…

    abraço

    Fábio Sallum: Realmente, tirar o Bruno César e deixar o Jorge Henrique foi um grande equívoco.

    O Tite tem sua parcela de culpa, mas nem de longe é o maior responsável pela derrota.

    Afinal, não é ele quem contrata e quem dispensa jogadores no Corinthians.

    Abraços!

  4. Pois é fábião…. o ano infernal continua…. a única coisa q fizemos de bom foi tirar os porcos… esse time é garantia de muita raiva no brasileirão….
    nem ouvi fogos, isso é o bom de perder pra time pequeno…rs
    abraços
    vai Corinthians!!!!!!!!!!!!!

    Fábio Sallum: Wagnão, eu até apostei que o Corinthians iria vencer por 2 a 1.

    Acertei o placar, mas errei o vencedor.

    Eu ouvi mais comemorações de palmeirenses e de são-paulinos do que de santistas propriamente ditos.

    Abraços!

  5. Wagner,

    Mais do que “perder pra time pequeno”, considere “perder campeonato pequeno”.
    Afinal, se fosse brasileiro ou libertadores, podia até faltar santista pra azucrinar, mas nós outros cobriríamos essa carência.

    Fábio Sallum: Jair, não existe “campeonato pequeno”.

    Se o São Paulo tivesse chegado à final e conquistado a taça, certamente você estaria festejando.

    Abraços!

  6. Salum,

    O paulista é campeonato pequeno. LOgico que eu comemoro quando ganhamos uma paulista… durante uma ou duas horas no máximo para não atrasar a hora de dormir.
    O paulista só conta alguma coisa pelos eventuais clássicos na decisão.

    Fábio Sallum: Jair, o Campeonato Paulista é um tanto longo, com muitas equipes, mas possui sua tradição.

    Acredito que deveriam ser realizadas reformulações para torná-lo mais interessante.

    Abraços!

  7. Pra mim, quatro grupos de 5 equipes tendo os grandes como cabeça de chave e passando 2 à fase seguinte otrnaria o paulista razoável. Teríamos aí 8 rodadas na fase classificatoria, 14 rodadas no total,se não erro as contas, e haveria o risco de algum grande não passar as oitavas, o que para o Marco Polo, que brincou de boneca até os trinta, é ruim, mas que gosta de futebol, é bom. Afinal, se ele não quer correr riscos, que volte a brincar de bonecas.

    Fábio Sallum: É uma idéia interessante, Jair.

    Acho que o campeonato deveria ter menos clubes.

    20 times é um exagero.

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: