Publicado por: Blog do Trio | 06/02/2011

O maior clássico do Brasil!

Logomarca do Clássico!

 

PALMEIRAS 0 X 1 CORINTHIAS 

Nação Palestrina,

Por essas e por outras que esse é o maior clássico do Brasil e um dos 10 maiores do mundo.

De um lado, um time pressionado, envergonhado por uma derrota sem precedentes (e de certa forma inesperada) entre as equipes brasileiras, sem seus principais medalhões e com um treinador balançando.

Do outro, o líder do campeonato, sem ainda conhecer a derrota em 2011, com uma nova Diretoria e em paz com a torcida.

Se fosse um jogo comum, não haveria hesitação em se apostar no vencedor.

Mas o jogo era Palmeiras e Corinthians.

E nesse jogo, tudo é possível, como pudemos mais uma vez verificar nessa tarde.

O Palmeiras foi muito melhor.

Criou mais, levou perigo ao gol corinthiano, marcou a saída de bola e não venceu por sua própria incompetência.

Os menos críticos poderiam atribuir a derrota à falta de sorte ou até mesmo à excelente atuação do goleiro Júlio César.

Os mais revoltados lembrariam do impedimento mal marcado que impossibilitou o gol de Kléber.

Não pertenço a nenhum desses dois grupos e acredito que nossa derrota deveu-se às fraquezas já conhecidas de nosso time.

Faltou durante todo o jogo um centroavante de ofício para empurrar a bola pra rede.

Júlio César teve uma atuação magnífica, mas a verdade é que em nenhuma de suas defesas o arremate palmeirense foi feito de forma técnica.

Foram todos chutes mascados, travados pela defesa e as cabeçadas sem consciência.

Isso é resultado da falta de um atacante de área, como há muito venho levantando aqui.

Não sairíamos do 0 x 0 se fosse esse o nosso único problema, mas não é.

Outra dificuldade crônica em nosso elenco é o miolo de zaga.

E essa carência nos custou o gol corinthiano.

Em um dos poucos ataques, numa tabela simples, Alessandro entrou na cara do gol para decretar a nossa primeira derrota.

Depois do gol o jogo acabou.

Vimos nervosismo, muita correria e uma bola na trave, fruto de mais um bate-rebate na área.

Mais do que lamentar uma derrota que nos trará pouco prejuízo no campeonato, temos que tirar lições para o restante do ano e a primeira delas é: precisamos nos reforçar.

Parabéns, Corinthians!

Guilherme Mendes. 

 

guilherme.mendes@blogdotrio.com.br

 

http://twitter.com/guirmmendes

Anúncios

Responses

  1. Perder na Libertadores é humano, perder para o Tolima é corinthiano, e perder para o time que perde para o tolima é palmeirense! kkkk

  2. Guilherme, me desculpe mas sou obrigado a fazer um comentário baseado ensta sua frase:

    “Os mais revoltados lembrariam do impedimento mal marcado que impossibilitou o gol de Kléber”.

    Sem querer comentar as chances perdidas ou defendidas pelo Júlio César, cito dois momentos cruciais também:

    1) No 1º tempo, depois que o Jucilei perdeu o gol ou o Marcos defendeu, teve um lance em que 3 jogadores do Palmeiras estavam vergonhosamente impedidos após uma cabeçada do Kléber e o Maurício Ramos perdeu o gol…

    2) No 2º tempo um pouco antes do gol do Alessandro, teve uma falta no lado direito da área do Palmeiras. O Ramirez cobrou e o Klébert com os 2 braços abertos, desviou a bola com a mão dentro da área (não foi mão colada ao corpo) e mais uma vez não marcaram um penalti claríssimo.

    Então não dê corda aos raivosos e reclamar de um impedimento mal marcado. Houveram lances mal marcados a favor do Corinthians também.. inclusive o pênalti CLARÍSSIMO…

    Abraços


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: