Publicado por: Blog do Trio | 19/01/2011

Para que colocar um incômodo *??

Nação Tri-Mundial,

O São Paulo anunciou recentemente que o clube considera a marca de 96 gols marcados pelo Capitão Rogério Ceni.

Até aí, tudo bem, se não fosse o fato da FIFA considerar oficialmente que o goleiro tem 94 gols.

A diferença fica por conta dos gols marcados pelo goleiro nos jogos amistosos disputados contra um combinado Santos/Flamengo em 1998 (esse eu lembro, estava no Morumbi) e na final do Torneio Amistoso Constantino Cury, contra o Uralan Elista, da Rússia, em 2000.

Segundo o clube, o reconhecimento dos gols marcados em amistosos se dá em razão da manutenção da coerência, eis que estes sempre foram considerados para todos os jogadores do clube.

Até entendo a posição do Clube.  Bem como, respeito e admiro o excelente trabalho realizado pelo amigo Michael Serra à frente do Arquivo Histórico do Clube.

Contudo, acredito que insistir nesses 2 gols seja um grande tiro no pé.

Só vai desmerecer a conquista do nosso Capitão.

O 100º gol será comemorado quando? Quando atingir a marca do clube ou da FIFA.

Até para eventuais ações de marketing que sejam feitas em cima da marca essa discrepância é prejudicial.

Infelizmente, nesse caso, quem manda é a FIFA. Apenas com o reconhecimento da entidade é que a marca será de fato válida.

E a entidade está certa em só reconhecer gols oficias. Não é o caso do Rogério, eis que os 2 amistosos eram sérios (ta bom, ta bom, o tal do combinado Santos/Flamengo não era tanto assim!). Caso contrário, terá jogador querendo computar até gol marcado no desafio das estrelas organizado pelo Zico.

Assim, dados paralelos só servem para colocar um incômodo e desnecessário * na marca a ser atingida por Rogério.

Além do que, é obvio que nos, no mínimo mais 2 anos de carreira, Rogério vai marcar mais que 6 gols.

Portanto, não consigo ver razão nessa posição do clube.

Só serve para quererem comparar a situação dos 100 gols de Rogério com os 1000 gols de Romário, onde eram computados até gols em peladas. Ou com a atual do Túlio “Maravilha”, que, mesmo quase aposentado, continua querendo chegar aos 1000.

Para que?

Só vai criar uma desnecessária polêmica, que não precisaria existir.

Força Capitão!

Rumo aos 100 gols reconhecidos pela FIFA! Uma marca que dificilmente outro goleiro alcançará!

Aurélio Camargo

aurelio.camargo@blogdotrio.com.br

Siga-me no Twitter: http://twitter.com/aureliocamargo

Anúncios

Responses

  1. Auirélio,
    FIFA, CBF, e coisas do tipo é preciso curso em doutorado para entedelos…. eu já desisti fa um tempão…. tenho certeza que Rogério Ceni vai tirar essa de letra, ele merece.

    quanto ao seu comentário sobre a copinha, concordo com vc, a molecada do mengo é boa mesma, talvez a melhor desde de 1990, quando foi campeão com Djalminha, Marcelinho Carioca, Junior Baiano, Nélio, Paulo Nunez…. tomara que de bons lucros ao clube.

    BLOG DO CLEBER SOARES
    http://www.clebersoares.blogspot.com

    Cléber,
    É verdade, nem me lembrava mais que o Flamengo tinha sido campeão da Copinha em 90 com essa galera toda….. Caramba, só tinha craque ein!!!
    E aí, gostou da estréia contra o Volta Redonda??
    Abs,
    Aurélio

  2. Falou tudo……
    a tão organizada direção bambi tá dando um tiro no pé com essa parada de gol em amistoso….
    aliás, me lembro mto bem desse jogo contra o time russo em 2000.
    nesse dia eu tava passando pelo Morumbi, no final do jogo…..
    4 marginais com camisas de uma torcida organizada do clube (me recuso a escrever o nome dessa gente) tomaram o meu carro de forma muito violenta…
    fiquei no meio da rua com minhas filhas, em prantos…
    desde esse dia passei a nutrir um ódio mortal por torcedor organizado, em especial essa tal organizada do SPFC….
    mas parabéns por trazer uma visão diferente… é difícil vermos são-paulino discordando da sua arrogante direção….
    vc é um cara diferenciado, parabéns

    Adilson,
    Lamento pelo ocorrido com vc em 2000.
    Obrigado pelas palavras!
    Abs,
    Aurélio

  3. Fala Aurelio,

    Eu discordo parcialmente da sua opinião. Eu até concordaria antes de ler aquele comunicado oficial do SPFC.
    Exceto pelo ultimo paragrafo, que soou provocativo (mas que eu tbm escreveria) achei os argumentos razoáveis. Todo mundo considera gols em amistosos na contagem geral dos gols. Se descontassem os gols que o Pelé marcou em amistosos sobraria no maximo uns 800… O Santos daquela época passava muito mais tempo excursionando e jogando amistosos que disputando jogos oficiais. E o comunicado deixou bem claro que o SPFC não discorda da metodologia da FIFA, que precisa afinal ter parametro valido em todos os paises congregados sob a bandeira dela, mas que considera os dois gols no amistoso por uma questão de justiça, já é assim com Chulapa, França, Rai, Fabuloso… todos os outros artilheiros do time. Enfim, eu assinaria embaixo daquele comunicado, se me fosse solicitado.

    Jair,
    Eu só acho que, dada a pouca diferença, não valeria a pena colocarmos essa polêmica…
    Abs,
    Aurélio


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: