Publicado por: Blog do Trio | 25/11/2010

Surge a voz do torcedor

Amigos do Trio,

Que a insatisfação do torcedor com o futebol brasileiro é generalizada, todos nós já sabemos.

Que há muitos interesses políticos e econômicos envolvidos em uma atividade que deveria ter um caráter predominantemente esportivo, também sabemos.

Que é preciso fazer algo para evitarmos a falência de clubes e instituições como acontecera na Argentina e Uruguai, sabemos também, o que não sabíamos era que essas frustrações, que têm afastado cada vez mais o torcedor dos estádios, estão sendo canalizadas.

Aqui na cidade de São Paulo houve um ensaio de movimento pela moralização dos horários dos jogos captaneado pela Câmara dos Vereadores com o apoio, entre outros, da Rádio Jovem Pan.

Mais um vez venceu o poderio econômico e político da Rede Globo que conseguiu manter as datas e horários convenientes à sua programação.

Nesse cenário de impotência e desilusão, surge uma iniciativa animadora: a Associação Nacional dos Torcedores – ANT.

Sem fins lucrativos, a instituição se propõe a lutar contra a elitização do futebol e pela defesa dos direitos daqueles que justificam própria existência do esporte, os torcedores.

São, a princípio, 7 os objetivos de luta:

  1. A exclusão do povo brasileiro dos estádios de futebol, fruto de uma política deliberada de diminuição da capacidade dos estádios, extinção de setores populares dos estádios e aumento abusivo dos ingressos
  2. O desrespeito à cultura torcedora com a extinção de áreas populares como a geral, onde há uma tradição própria de participação no espetáculo que inclui assistir ao jogo de pé (o que acontece na Alemanha)
  3. A falta de transparência no futebol brasileiro, há décadas nas mãos de dirigentes incompetentes e corruptos; exigimos a democratização das decisões acerca do futebol brasileiro com a participação dos torcedores; por exemplo: as sucessivas e milionárias reformas do Maracanã, feitas sem nenhuma consulta aos torcedores
  4. A exploração politiqueira do futebol visando eleger candidatos que aproveitam-se da sua popularidade para conseguirem mandatos contra o povo
  5. O controle das tabelas e horários dos campeonatos na mão da rede de televisão que há décadas detém o lucrativo monopólio das transmissões televisivas de jogos de futebol; horário máximo de 20h para o início das partidas durante a semana e 17h aos domingos
  6. A retirada de comunidades de trabalhadores em nome da Copa do Mundo e das Olimpíadas
  7. A falta de meios de transporte dignos durante os dias de jogos; exigimos esquemas especiais em dias de jogos

Convido todos a conhecerem o sítio da Associação (www.torcedores.org) e engajarem-se nessa que é uma luta mais que justa, é necessária.

Sem torcida, não há alegria.

Sem alegria, não há futebol.

 

guilherme.mendes@blogdotrio.com.br

http://twitter.com/guirmmendes

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: