Publicado por: Blog do Trio | 17/11/2010

Que tal analisarmos os fatos?

Nação Corinthiana,

Desde o último sábado, a mídia esportiva foi inundada por insinuações e rumores de uma suposta teoria conspiratória em que o Corinthians teria “comprado” o título do Campeonato Brasileiro de 2010.

Como justificativa, os detratores do Timão alegam que Andrés Sanchez estaria se utilizando de sua proximidade com Ricardo Teixeira, presidente da CBF, para beneficiar o Corinthians dentro de campo.

Tal teoria, por óbvio, não tem o menor fundamento. É apenas mais uma tentativa de desqualificar uma possível conquista do Timão.

Como torcedor e associado do clube, eu tenho minhas reservas em relação ao Andrés, por não concordar com muitas atitudes do mesmo como presidente do Corinthians.

Entretanto, posso afirmar claramente que o Andrés não se envolveu em qualquer “esquema” para “comprar” o título brasileiro para o Timão.

Neste sentido, não há que se falar, ainda, que o mandatário alvinegro teria se aproveitado de seu relativo bom trânsito junto à CBF para influenciar a comissão de arbitragem ou quem que seja.

Vale lembrar que Zezé Perrella e Roberto Horcades, respectivos presidentes do Cruzeiro e do Fluminense, são amigos de Ricardo Teixeira há anos.

Aliás, o dirigente mineiro está agora em Doha, no Qatar, chefiando a delegação da Seleção Brasileira, no amistoso contra a Argentina.

Mas, melhor do que qualquer palavra minha são as imagens que seguem abaixo. São imperdíveis:

fabiosallum.blogdotrio@gmail.com

http://twitter.com/FabioSallum

http://www.formspring.me/FabioSallum

Anúncios

Responses

  1. Terceiro video é excelente!

    Fábio Sallum: Mostra bem a diferença de discurso quando convém às pessoas.

    Abraços!

  2. […] This post was mentioned on Twitter by Fábio Sallum, Blog do Trio. Blog do Trio said: A polêmica da vez do Brasileirão: Que tal analisarmos os fatos?: http://t.co/cc9tTsb […]

  3. NESSE MOMENTO, O CANAL DE TV DA IURD (Igreja Universal do Reino Do jardim leonor), A REDE RECORD, DIRIGIDA PELO MARQUETEIRO BAMBI JULIO FANFARRÃO CASARES, ESTÁ EXIBINDO UM “FALA QUE EU TE ESCUTO” ESPECIAL, SOBRE “ERROS DE ARBITRAGEM”.

    O PROGRAMA COMEÇA COM O DISTINTIVO DO CORINTHIANS E IMAGENS DA FIEL NO PACAEMBU.

    A SEGUIR, IMAGENS DE ERROS DE ARBITRAGEM, COM PREDOMÍNIO DE LANCES COM ERROS (VERDADEIROS OU NÃO) FAVORECENDO O CORINTHIANS.

    MUITAS IMAGENS DE RECLAMAÇÕES DE DIVERSOS TIMES, E VÁRIAS IMAGENS DO FRANGAYRO ROGÉRIO DICENI DANDO CHILIQUE.

    REVOLTANTE, UM ACINTE PARA A TORCIDA CORINTHIANA!

    VOU TENTAR LIGAR PARA LÁ E VER SE ELES “ESCUTAM O QUE EU FALO”, QUE VAI SER UM MONTE DE VERDADES SOBRE A PATIFARIA QUE ESSES PILANTRAS ESTÃO FAZENDO COM O CORINTHIANS!

    Fábio Sallum: Pois é, até a Igreja Universal está querendo faturar índices de audiência às custas do Timão.

    Não vai ser veiculando matérias assim que a Record vai conseguir apoio do Corinthians para ter os direitos de transmissão do Brasileirão.

    Abraços!

  4. Fabio vc acha que algum dia será diferente?A grandesa do Corinthians incomoda e muito,é dificil para os anti-Corinthianos entender os Corinthianos,enquantos dodos eles torcem para “vitorias” os Corinthianos torcem pro Corinthians independente do resultado final,somos apaixonados pelo Corinthians e eles nunca vão conseguir entender nosso amor.
    Essa coisa toda da impressa anti-Corinthiana eu nivelo como se todos fossem um:o blogueiro paulinho.
    Então segue nosso camoinho rumo ao titulo.
    Sds Corinthianas.

    Fábio Sallum: Olha, Marcelo… eu confesso que gostaria que fosse diferente.

    Essa mania de diminuir nossas conquistas irrita.

    Para a imprensa, nosso Mundial não vale nada, o Brasileirão de 2005 foi roubado… e ainda tem uns que afirmam que o título de 77 foi arranjado pelos militares.

    Se vencermos o Brasileirão desse ano – que lideramos quase de ponta-a-ponta – certamente tentarão colocar um “asterisco”.

    Acredito que os nossos dirigentes, através do marketing, poderiam trabalhar para melhorar esse estigma do clube.

    Abraços!

  5. Fabio eu continuo sem me incomodar.
    Eu nunca votei no Maluf,também não moro em SP para votar,mas ele uma vez disse a seguinte frase:falem de mim,falem mal,mas falem.
    Vc acha que quem dá ibope na midia Brasileira?
    Eu quero ser campeãoe o resto que se exploda.
    Sds Corinthianas.

    Fábio Sallum: Marcelo, eu entendo seu ponto-de-vista, mas confesso que fico um pouco incomodado com isso.

    Abraços!

  6. Fábio,
    Realmente é muito chororô…
    Na era Adilson “Profexô Pardal” Batista disputamos 7 jogos – 21 pontos, e fizemos 3 (3 empatezinhos) contra Ceará, Botafogo e Guarani e perdemos para CAM, Atl Goi, Inter e Vasco…
    Os adversários não aproveitaram a nossa queda e agora vem chorar…
    Faltou incluir no DVD o 2º erro no jogo contra o Cruzeiro no 1º Turno. No penalti cobrado pelo Bruno César houve invasão de área (3 jogadores raposinhos) na cara de Sandro Ricci e nada de voltar…

    http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM1325953-7824-ERRO+DA+RODADA+ARBITRAGEM+DE+CRUZEIRO+X+CORINTHIANS,00.html

    A diferença entre nós e os “outros” fica evidenciado na medida que não ficamos nos lamentando pelos erros e seguimos em frente… Os “outros” preferem ficar procurando “pêlo em ovo” para tentar denegrir as nossas conquistas…

    Abraços

    Fábio Sallum: Exatamente, Ednei.

    Acho melhor os adversários começarem a gravar seus dossiês em Blu-Ray, pois a capacidade é melhor… e podem utilizar os vídeos das partidas em HD!

    Abraços!

  7. Neste terceiro video, dá para perceber claramente como a falsidade impera.

    E ninguem vê a imprensa agora mostrando esta entrevista antes do jogo.

    Dane-se a imprensa, os chorões, os invejosos e os demais anti-corinthianos !!!

    Fábio Sallum: João, o terceiro vídeo deixa claro como o discurso muda de acordo com a conveniência.

    Abraços!

  8. Fábio,

    Olhe as palavras do Tiago Ribiero no site da ESPN hoje…
    Agora ele diz que foi o joelho do Júlio César e não a mão que tocou na canelinha dele e o derrubou (risos, muitos)..

    “No primeiro lance, eu estou correndo e ele vem na minha direção. A mão dele realmente não tocou em mim, mas o joelho dele me acertou, eu tropecei e caí. Quem veio na minha direção foi o goleiro, não foi eu que procurei ele. Quando há o contato, mesmo que não há intenção é pênalti”, reclamou”.

    Oras: se ele diz isto – Quando há o contato, mesmo que não há intenção é pênalti”, porque estão reclamando do penalti no Ronaldo então?
    Ué, dois pesos e duas medidas este bambi quer?

    Mas o mais ridiculo é o Mauro César da ESPN – ranzinza, mal humorado, de mal com a vida sempre, dar espaço para este imbecil, e após o sorteio da escala já lançar uma enquete “tendenciosa” com o juiz do jogo do Corinthians em 1º lugar nas opções…

    QUAL ÁRBITRO É O MAIOR CANDIDATO A PROTAGONISTA NOS JOGOS DE DOMINGO?
    CARLOS EUGÊNIO SIMON/VITÓRIA x CORINTHIANS
    HÉBER ROBERTO LOPES/SÃO PAULO x FLUMINENSE
    LEANDRO VUADEN/CRUZEIRO x VASCO

    Abs

    Fábio Sallum: Ednei, esses jogadores são tão imaturos que não percebem as bobagens que falam na mídia.

    Os jornalistas, por sua vez, têm plena noção do peso de suas palavras.

    Porém, na ânsia pela audiência nos incontáveis e sofríveis programas debates esportivos, acabam involuntariamente criando crenças e induzindo uma grande parcela da população a acreditar em contos da carochinha.

    Infelizmente, por ser um grande pólo de atenção, o Timão se torna alvo desse tipo de atitude baixa.

    Abraços!

  9. Concordo e muito quando você diz que os dirigentes deveriam começar a trabalhar sobre o estigma de que tudo que vencemos é desmerecido. Explorar até a imprensa pink começando com Flávio Prado (e praticamente toda a rádio JP) até chegar ao mais novo membro do clube o Mauro César Pereira da ESPN, pessoas que sabem muito bem que foi penal, mas querem alavancar suas carreira em cima do Timão.

    Só para exemplificar, nas conversas de boteco tenho usado esse argumento, especialmente agora após esse jogo e tenho calado muita gente.

    O argumento de que tudo que o Corinthians ganha ou é roubado ou não vale nada, já está saturando. Nesse ponto o feedback da mídia anti após esse jogo, foi até positivo, pois se passou das raias do exagero.

    Fábio Sallum: Eu entendo que a diretoria deveria se manifestar dura e extensivamente contra essas insinuações, desafiando qualquer acusador de comprovar declarações levianas jogadas na imprensa.

    Permitir que esse tipo de coisa aconteça é ver seu próprio trabalho sendo desvalorizado – o que não deveria ser aceito por nenhum cartola.

    Abraços!

  10. O ódio da imprensa para cegar o torcedor

    Mauro Carrara

    Não por acaso, o Sport Club Corinthians Paulista assume frequentemente o lugar do Partido dos Trabalhadores (PT) como alvo do ódio das elites. O modelo de acusação é idêntico.

    A ordem é insultar, desqualificar e criminalizar. Sistematicamente. No caso do clube fundado por operários no bairro do Bom Retiro, esse bombardeio midiático acaba de completar 100 anos.

    Desde a época do antigo Velódromo, se o vencedor era o Corinthians, havia na página grafada sempre uma adversativa, um desmerecimento e um delito apontado.

    Afinal, a que glória podia aspirar a agremiação dos carroceiros do Mercadão, das lavadeiras do Glicério, dos amoladores, dos braçais, dos italianos rotulados de carcamanos, dos negros sem sobrenome, dos espanhóis malaguetas, dos índios sem tribo, dos japas de fala enrolada e dos mestiços de toda sorte, tão brasileiros que pareciam merecer somente a exclusão.

    E onde foi parar toda essa fúria de preconceitos? Cessou?

    Não! Mantém-se intacta, ainda que estrategicamente oculta pelos interesses comerciais da mídia monopolista. Afinal, como afrontar diretamente 27 milhões de consumidores?

    Ora, mas basta a dúvida para se revitalizar o ódio centenário.

    Esta noite de sábado, estive com a neta ao estádio do Pacaembu. De lá das arquibancadas, assistimos ao fogo do prélio. E vimos também, inequivocamente, um zagueiro forte arremeter-se desastrosamente contra as costas do artilheiro Ronaldo.

    Ora, pois, pênalti, indiscutível. Pênalti! Está na regra!

    Fosse no meio-campo ou aos cinco minutos do primeiro tempo e seríamos poupados do teatro acusatório contra o árbitro.

    Em casa e pude rever o lance na telinha, várias vezes. Não há disputa da bola pelo alto, e sim um golpe claramente faltoso do azulino. As câmeras oferecem registro límpido e cristalino da jogada.

    Entretanto, a mídia precisa enodoar, mais uma vez, o triunfo do time do povo. Não me surpreendi, pois, ao topar com os comentários de Mauro Cezar Pereira, o mesmo que criminalizou o paixão de Lula pelo Corinthians, o mesmo que criou uma fábula para ver delito petista no projeto do estádio mosqueteiro.

    Recentemente, o Corinthians viu surrupiados dois gols legítimos em Campinas, diante do Guarani. Os erros custaram ao clube dois pontos, caríssimos nesta reta final do campeonato.

    Antes ainda, no primeiro turno, o Cruzeiro fora beneficiado pelo mesmo Sandro Meira Ricci, que desconheceu pênalti de Henrique sobre o alvinegro Bruno Cesar.

    Tampouco se viu indignação de locutores e comentaristas quando o Fluminense foi auxiliado no jogo contra o Grêmio, no Engenhão. Um pênalti clamoroso de Leandro Eusébio sobre Jonas acabou desconsiderado pelo árbitro.

    Mas os jogos do Corinthians são sempre um Enem em potencial. Há sempre um detalhe a ser midiaticamente convertido em escândalo. Afinal, a ordem é criminalizar os intrusos, os penetras da festa chique.

    Lamentável é ver articulistas da chamada esquerda, como Laerte Braga, seguindo irresponsavelmente a procissão, repetindo venenosamente o coro acusatório.

    Para refrescar a memória do leitor, Zezé Perrella, o ruidoso detrator do árbitro Meira Ricci é “raposa” política matreira, inescrupulosa e oportunista. Construiu sua carreira ao alinhar-se com o obscurantismo mineiro e com as forças do velho PFL.

    Curiosamente, foi destacado pela CBF para comandar a delegação brasileira que vai ao Qatar, para o amistoso contra a Argentina.

    Em boca fechada, não entra mosquito. Dedos inteligentes poupam articulistas da vergonha da ignorância e da contradição.

    http://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/corinthians-provoca-racha-na-esquerda.html

  11. Fabião,

    Dê uma olhada no comenta´rio que fiz para o Aurélio…

    Abraços

    Aurélio,
    Nada como um dia após o outro não achas?
    O que me dói como corinthiano não é a ENTREGADA FENOMENAL e TOTALMENTE SEM CARÁTER da maioria dos jogadores de vocês domingo, mas as “gazelas tricolores” – NÃO TE INCLUO NESTA, e os porquinhos do lamaçal vir BERRANDO desde 77 que o Rui Rei se vendeu, que o Boschilla foi comprado, etc.. e tal…
    Estava assistindo o jogo do Corinthians lá em Fortaleza e de vez em quando trocava de canal para ver o que acontecia na Arena Barueri e fiquei pasmo com o que vi…
    Se vocês falam que nós entregamos o jogo para o Flamengo ano passado – estávamos mal e até para o Náutico tínhamos perdido no Pacaembu, o que dizer deste “JOGO” de vocês onde os caras do tricolor da 3ª divisão pegavam a bola na área deles e chegava à frente do Rogério Ceni – o único que merece crédito e respeito porque só não levaram mais de 10 por conta dele…
    Sem comparações… e falando de 1977… o que dizer de Bicharlyson (Um viado chamando outro viado de viado – o jeito do Héber não me engana)… e o que dizer do safadão Héber também, que provou todo seu VALOR…
    Por isto meu caro, quem tem telhado de vidro deve medir bem suas palavras, para não se arrepender depois…
    Ou a SOBERBA não deixa se curvar e voltar atrás nas suas palavras descabidas?
    E o título do Flumerdense vai ter asteriscos de sua parte, assim como você teimam em colocar nos nossos?
    Com a palavra o NOBRE Aurélio.

    Abs

    Fábio Sallum: Ednei, eu não sei avaliar se o São Paulo realmente “entregou” a partida.

    Eles até chegaram a empatar e o Rogério Ceni defendeu bastante.

    Acredito que, ao sofrer o desempate, o São Paulo tirou o pé e resolveu não se arriscar mais.

    Estranha mesmo foi a expulsão de Richarlyson, que já está com um pé no Fluminense.

    Vamos ver a resposta do Aurélio.

    Abraços!

  12. Aurélio,
    Se o Rui Reis e vendeu em 1977, o que dizer disto então???

    23/11/2010 14h56 – Atualizado em 23/11/2010 17h31
    Diretoria confirma que Richarlyson não vai continuar no Tricolor em 2011
    Vice de futebol diz que o ciclo do jogador acabou e não descarta possibilidade de ele ter forçado expulsão contra o Flu….

    Jogador deverá defender as cores do Fluminense na próxima temporada

    – Esse assunto está definitivamente encerrado. Ele foi expulso quatro vezes nesse Campeonato Brasileiro, dez vezes nos últimos dois anos e essas coisas acabam causando desgaste. Ele já tem proposta do Fluminense e nós não vamos entrar em bola dividida – afirmou o vice-presidente de futebol do Tricolor, Carlos Augusto de Barros e Silva, em conversa com o GLOBOESPORTE.COM.

    Fábio Sallum: Isso ficou mais do que evidente, Ednei.

    O Richarlyson podia ter ficado quieto, na dele.

    Foi burro e se expôs desnecessariamente.

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: