Publicado por: Blog do Trio | 10/11/2010

Entrevista de Tite à Folha.

Nação Corinthiana,

O treinador Tite concedeu uma interessante entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, a qual foi publicada na edição desta quarta-feira.

Segue abaixo uma compilação da matéria, a qual mostra que o técnico corinthiano possui uma índole bem diferente de outros colegas de profissão que estão sob os holofotes atualmente.

Ignorem o título sensacionalista que distorce completamente as palavras de Tite.

“Perdi dinheiro por ter voltado ao Corinthians”


TREINADOR FALA QUE TIME DE 2011 AINDA ESTÁ LONGE DE SER MONTADO E DECLARA QUE NÃO SE ENVOLVE EM NEGOCIAÇÕES DE JOGADORES

MARTÍN FERNANDEZ
DE SÃO PAULO

Em quatro jogos sob o comando de Tite, o Corinthians ganhou três, empatou um, fez oito gols e levou só um.
Nem por isso o time vai jogar assim em 2011, diz o técnico em entrevista à Folha. O treinador faz questão de se distanciar da função de “manager” e diz que perdeu dinheiro para voltar ao Corinthians.

Folha – Você julgava possível conquistar dez pontos nos quatro primeiros jogos? Tite – Foi por isso que abri mão de uma estabilidade maior nos Emirados Árabes. Eu sabia que o Corinthians tinha um potencial a ser retomado, foi nisso que pensei.

Depois de três semanas no clube, qual é seu diagnóstico? O que estava errado?
Não sei. Eu não estava presente, e aí vou botar a mão em coisas passadas. O que a gente fez foi reestruturar, direcionar, deixar simples.

Você conversou com líderes de torcida ao chegar?
Não, não falei. Eu sei que eles estavam chateados, mas sei pelo que vocês falaram.

O Brasileiro vai ser uma revanche pessoal sua, por ter sido demitido aqui em 2005?
De jeito nenhum, isso não me motiva para nada. Às vezes tu constróis equipes que vão ser campeãs com outros profissionais, e às vezes outros plantam e tu colhes. Estou falando do Internacional campeão da Libertadores neste ano [Tite dirigiu o clube na maior parte de 2009].

Foi difícil deixar o Al Wahda?
Foi. Havia um projeto de disputar o Mundial. Eu tive que abrir mão de valores lá. Eu gostaria de ter as duas coisas: jogar o Mundial e de ter vindo para o Corinthians.

Já pensa no time de 2011?
Não.

Nem na forma de jogar?
Ainda não. Só quero terminar o Campeonato Brasileiro.

Ainda não pediu reforços?
Dividimos forças. Tem outros profissionais olhando os atletas do clubes que estão emprestados e voltam. Os reforços podem estar aqui dentro, como o Taison e o Sandro estavam no Internacional.

Você indicaria a contratação de um jogador de seu agente?
Eu prefiro nem saber quem são os jogadores do Gilmar [Veloz, empresário de Tite] para não me melindrar, não criar uma situação. Eu sei que o Pato é dele, e só.

Técnico deve ser “manager”?
Cada um busca o perfil de profissional que quer no seu clube. Não vou me envolver em aspectos financeiros, nunca fiz na carreira e nunca vou fazer. Primeiro por uma conduta pessoal, depois porque eu tenho informação privilegiada, como técnico, e isso pode gerar valorização [de atleta]. Aceito ser questionado por incompetência técnica, escalou mal, mexeu mal. Por envolvimento em negociação, isso nunca.

fabiosallum.blogdotrio@gmail.com

http://twitter.com/FabioSallum

http://www.formspring.me/FabioSallum

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: