Publicado por: Blog do Trio | 26/10/2010

Ceará 2×0 SPFC – Tropeço que pode custar caro

Nação Tri-Mundial,

Após a épica vitória sobre o Santos, com aquele gol do Jean aos 48 do segundo tempo, voltamos a tropeçar no Campeonato Brasileiro.

Jogando no sol das 15 horas de Fortaleza , o São Paulo de Carpegiani perdeu de 2×0 para o Ceará, e tornou a classificação para a Libertadores uma tarefa quase impossível.

Carpegiani mandou o time a campo sem inventar moda. Botou quem tinha da posição para jogar. No caso da direita, fez bem de não ter começado com Ilsinho, que, voltando ao time, não aguentaria jogar 20 minutos no calor de Fortaleza.

Assim, o Tricolor entrou no gramado do Castelão com Rogério Ceni; Renato Silva, Xandão, Miranda e Diogo; Rodrigo Souto, Carlinhos Paraíba, Lucas e Fernandinho; Fernandão e Ricardo Oliveira.

Mas o time definitivamente não se encontrou. Muito recuado em campo, e parecendo querer se poupar, o São Paulo deu muitos espaços para o Ceará, até que aos 20 minutos Magno Alves (aquele mesmo, ex Fluminense) abriu o placar em um lance muito polêmico.

Mas, ao que tudo indoca, a bola não saiu antes do cruzamento.

E após o gol, o “Vôzão” continuou mandando na partida, dominando completamente o meio de campo. Ao São Paulo restava tentar algo nos contra ataques.

Até que oa 36 minutos Diego Sacoman acerta um lindo chute de longe e coloca mais um de vantagem.

No segundo tempo Carpegiani tentou mudar a postura da equipe, com as entradas de Ilsinho, Zé Vitor e Marlos.

Mas o time continuou “com o frei de mão puxado”, sem ter nenhum lance que de fato  levasse perigo ao gol do Ceará.

Enfim, não podemos fazer uma tempestade por conta desta derrota. Perder para o Ceará em Fortaleza é algo até que normal.

O problema é a atual situação do time na tabela.

De fato essa derrota nos deixou ainda mais longe da Libertadores.

A próxima rodada é decisiva. Em casa (Arena Barueri) enfrentamos o Atlético-PR, rival direto na briga pela vaga.

Contra o ex time de Carpegiani, não temos outra opção que não vencer.

Dois destaques positivos do jogo de domingo ficaram por conta do grande número de São-Paulinos no estádio, o que só mostra o tamanho de nossa torcida, e da homenagem ao garoto Carlos Roney, um tricolor de 13 anos que teve as pernas amputadas quando ainda criança.

Rogério Ceni entrou com o torcedor “na garupa”. Uma cena linda, que mostra que ídolo não é apenas para atuar dentro das 4 linhas!

Parabéns Rogério, parabéns SPFC!

Aurélio Camargo

aurelio.camargo@blogdotrio.com.br

Siga-me no twitter: http://twitter.com/aureliocamargo

Anúncios

Responses

  1. E ai Aurélio, blz.
    com certeza a chegada de Carpegiane deu vida nova ao tricolor, mas parece mesmo que foi tarde de mais. Tropeçar em campeoantos difícil como o nosso é normal, o que não é normal é ganhar oito, nove partidas seguidas…. que venha 2011.

    BLOG DO CLEBER SOARES
    http://www.clebersoares.blogspot.com
    O blog esta em festa, hoje faz 2 anos….

    Pois é Cleber, perder para o Ceará, lá em Fortaleza, é normal….
    Como você bem falou, o duro é ter que ganhar 8 seguidas.. Quase impossível num campeonato como o Brasileiro!
    Que venha 2011!
    E parabéns pelo seu Blog!
    É muito bom!
    Abraços


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: