Publicado por: Blog do Trio | 20/09/2010

Palmeiras 0x2 SPFC – Faltou futebol, sobrou vontade!

Palmeiras 0x2 SPFC

Nação Tri-Mundial,

O futebol, de fato não foi dos mais convincentes. Aliás, São Paulo e Palmeiras fizeram um clássico bem, mas bem abaixo do que as duas equipes já mostraram.

Quem não se lembra da final do Paulista de 1992, das decisões de vaga em Libertadores. Enfim, um desavisado que visse o jogo de ontem poderia, facilmente, pensar que, pela semelhança das camisas, se tratava de um Guarani X Botafogo de Ribeirão Preto.

Mas, o que importa, é que conseguimos ser o “menos pior”, vencemos o clássico, e faturamos 3 pontos importantíssimos na tabela.

Vendo a burrada que fez no jogo contra o Internacional, Baresi resolveu povoar novamente o meio de campo do Tricolor, mandando o time a campo com Rodrigo Souto, Casemiro, Jorge Wagner, Ilsinho e Lucas. No ataque, apenas Fernandão ficava com a missão de marcar.

Se na marcação a tática deu certo, muito facilitada pela falta de criatividade dos comandados de Felipão, na criação foi quase um desastre.

De efetivo mesmo na primeira etapa tivemos um chute torto de Jean, que passou longe do gol de Deola. Como no Palmeiras as coisas foram da mesma forma, fácil imaginar o baixo nível técnico da partida.

Na segunda etapa o Palmeiras voltou melhor, e aí apareceu o talento do garoto Lucas, que aos 10 aproveitou uma bola dividida e mandou para o gol.

Em desvantagem no placar o Palmeiras veio para cima, abrindo espaços para o Tricolor jogar nos contra-ataques.

E em um desses contra-ataques Lucas dá uma bola açucarada para Fernandão arrematar para o gol.

Impressiona nesse lance a inteligência dos dois. Dá para ver nitidamente Fernandão orientando Lucas a tocar a bola na hora certa.

Nada como a união da experiência com a juventude! Isso, aliado a 2 excelentes jogadores, só pode resultar numa bela jogada como a do segundo gol!

Outro que merece destaque é o zagueiro Alex Silva. Simplesmente um monstro na zaga. Voltou e botou ordem na casa!

O ponto negativo da partida fica por conta de Luis Felipe Scolari.

Sou fã do treinador desde aquele Grêmio Campeão da Libertadores de 1995, que com uma raça impressionante e o Arce cruzando as bolas para o cabeceio do Jardel quase foi campeão do mundo.

Impossível, ainda, não mencionar o penta de 2002 com a Seleção Brasileira.

Scolari é diferenciado.

Um dos melhores do Brasil, quiçá do mundo.

Mas não entendo suas atitudes nessa volta ao Palmeiras.

Depois de falar muita bobagem para o árbitro, Felipão me fica mais de 5 minutos para sair do campo, depois de ser expulso.

O que ele quer?

Desviar o foco para a bolinha que o Palmeiras está jogando?

Enfim, algo a se refletir!

Voltando ao São Paulo, outro ponto a destacar foi a vontade mostrada pelos jogadores. Vê-se o incômodo com  a posição na tabela, e a vontade de vencer.

Com a vitória de ontem, chegamos aos 31 pontos, na oitava colocação.

São 7 pontos para o quarto colocado. Enfim, faltando 15 rodadas, nada impossível.

Mas para chegar à Libertadores é fundamental a conquista dos 6 pontos nas duas próximas partidas, contra Guarani e Goiás, ambas no Morumbi.

Não pude ir ao Pacaembu pois estava em Ribeirão Preto, onde tive o prazer de ver o jogo no meio dos Zuppolini, a família mais Palmeirense do mundo e que eu tanto amo! Aliás, no meio não, pois como era minoria, assim como a torcida Tricolor no Pacaembu, fiquei ali no cantinho, só na torcida!

Mas foi muito bom, e é isso que queremos ver no futebol. São Paulinos, Palmeirenses, Corintianos, enfim, todas as torcidas juntas vendo futebol!

 Aurélio Camargo

aurelio.camargo@blogdotrio.com.br

Siga-me no Twitter: http://twitter.com/aureliocamargo

Anúncios

Responses

  1. Uma coisa que fico pensando é porque a comissão técnica do São Paulo não orienta melhor o Baresi. Tá certo que ele é o técnico e é ele que manda, mas algumas bobagens, normais para alguem inexperiente está dirigindo um elenco recheado de veteranos, seriam facilmente corrigidas se a comissão discutisse antes os planos antes do jogo. Com tanta gente experiente lá, supondo que os egos não sejam maiores que vontade de produzir, tanto o Baresi quanto o São Paulo poderiam sair ganhando.

  2. E ai Aurélio, blz.
    Concordo com vc, tbm escrevi no blog que a vitória do tricolor se deu muito mais por um achado no primeiro gol que relamente por méritos. Tirando os lances dos gols eu não me lembro de nenhum lance de perigo ou emoção.
    O resultado mostrou bem a inconstância de ambas equipes. O verdão vinha de uma vitória improvável, o tricolor de duas derrotas seguidas…. é por isso que não espero muito de ambos para esse ano.

    BLOG DO CLEBER SOARES

  3. […] Blog do Trio пишет: Vendo a burrada que fez no jogo contra o Internacional, Baresi resolveu povoar novamente o meio de campo do Tricolor, mandando o time a campo com Rodrigo Souto, Casemiro, Jorge Wagner, Ilsinho e Lucas. No ataque, apenas Fernandão ficava … […]

  4. Cleber,

    Não discordo de vc, mas quero te lembrar que houve um outro lance de emoção : O do chapéu do Lucas com a parte externa do pé que quase acabou em gol.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: