Publicado por: Blog do Trio | 12/09/2010

Fim da invencibilidade no Pacaembu.

CORINTHIANS 0 X 1 GRÊMIO

Crédito: Eduardo Viana/Lancepress.

Nação Corinthiana,

É sempre duro escrever após uma derrota.

Mais difícil ainda é falar sobre uma partida em que o Corinthians não teve a competência de, em sua própria casa, perder para um adversário que ainda não havia vencido como visitante neste Brasileirão, desperdiçando um pênalti e com um jogador a mais durante 35 minutos.

No caso de hoje, não podemos nem reclamar sobre os desfalques do Timão, visto que os equívocos couberam aos atletas titulares e ao técnico Adilson Batista.

Isso porque, enquanto Renato Gaúcho soube anular Bruno César, a equipe alvinegra deixou que Douglas jogasse com tranquilidade, sem qualquer tipo de marcação individual.

O camisa 10 gremista atuou de maneira livre e nem de longe parecia aquele meia sonolento que chegava a irritar a Fiel quando jogava no Timão.

A equipe tricolor dominou o primeiro tempo, enquanto o meio-campo alvinegro não funcionava. Displicente e mascarado, Elias – que chegou a usar seu twitter para reclamar de torcedores que o criticaram na última quarta-feira – não sabia qual era sua função na equipe.

Já Jorge Henrique chegou a mostrar um pouco de garra, mas vacilava em partir para cima dos marcadores quando necessário.

Vale lembrar que Ralf, que já havia sofrido uma dura falta – ignorada pelo árbitro – logo no começo da partida, foi atingido por Douglas e teve de deixar o campo. Boquita entrou no lugar do volante, mas não cegou a comprometer – até porque nunca se esperou muito dele.

Será que é preciso tecer algum comentário a respeito dos sofríveis Paulo André, Leandro Castán e Moacir?

Diante desse panorama, não foi difícil para o Grêmio abrir o placar. Aos 33 minutos, Douglas pintou e bordou em nossa área e mandou uma bola indefensável para Júlio César.

Aliás, não seria um exagero esperar por um segundo gol gaúcho, o que felizmente não aconteceu.

No segundo tempo, Adilson colocou Danilo no lugar de Moacir. O meia ajudou o Timão a lançar-se com mais agressividade ao ataque, enquanto o Grêmio preocupava-se em manter a vantagem no placar.

Eis que Bruno César é derrubado na área e o árbitro assinala pênalti. O Pacaembu inteiro comemorou, mas foi obrigado a lamentar a chance desperdiçada por Iarley, que mandou a bola no meio da meta, sendo afastada pelo goleiro Victor.

Foi a quarta vez que o Timão desperdiçou um pênalti neste Brasileirão. Tá na hora de rever isso, hein?

Após isso, a partida se transformou num verdadeiro tormento. O zagueiro Vilson foi expulso em razão do lance que originou a penalidade, deixando o Grêmio com 10 jogadores.

O tricolor se fechou e o Timão tentou ensaiar uma pressão. Entretanto, os atletas alvinegros batiam cabeça, abusando dos erros e do preciosismo.

Faltou ao Corinthians aquilo que melhor o define: RAÇA!

O único jogador que fez jus à camisa alvinegra nesta noite de sábado foi o volante Jucilei, que praticamente jogou sozinho e teve seu valor reconhecido pela Fiel, que uníssona cantou seu nome.

Não obstante, o elenco alvinegro insistia em malfadados cruzamentos na área, sendo que era exigir demais que os baixinhos Iarley, Elias e Jorge Henrique pudessem ganhar no cabeceio.

William ainda deu lugar a Matias Defederico, que novamente se portou como Lulinha argentino. O mirrado atacante não consegue ganhar nenhum combate, erra muitos passes e é facilmente desarmado.

Em resumo: tínhamos um amontoado em campo que não conseguia aproveitar a vantagem numérica, agindo com afobação e nervosismo, mas sem gana de vencer.

A sensação era de que os jogadores, ainda em clima de “oba-oba” pelas comemorações do Centenário, tinham certeza de que o empate – e a vitória – no Pacaembu seria uma questão de tempo.

Mas a verdade é que a bola não entraria nem se tivéssemos mais 2 horas de jogo.

Certamente a derrota foi muito ruim para o Corinthians, pois permite que equipes como Botafogo, Cruzeiro e Santos se aproximem e embolem a disputa pelo título. Felizmente, o Fluminense também foi derrotado e não conseguiu abrir vantagem sobre o segundo colocado.

Na próxima quarta-feira teremos uma pedreira no Engenhão, local onde o Corinthians não costuma se sair muito bem. Porém, temos plenas condições de arrancarmos uma vitória no Rio de Janeiro, uma vez que o Fluminense já mostrou que não é nenhuma máquina.

Para isso, basta deixarmos vaidades e invencionices de lado, jogando como Corinthians!

Crédito dos vídeos: Timão da Fiel

fabiosallum.blogdotrio@gmail.com

http://twitter.com/FabioSallum

http://www.formspring.me/FabioSallum

Anúncios

Responses

  1. Ontem presenciei a pior atuação de um atacante na história do futebol. E olha que já vi múmias como Abuda, Bobô, Jô, El tanque, etc…

    O velho maldito do Iarley não pode nunca mais pisar em campo pelo Corinthians. Ele não tem a menor condição de fazer parte do elenco. Não serve nem pra banco. Pode colocar os 3 pts na conta desse condenado.

    A atuação do time foi pífia, de fato. Agora perder 2 gols sem goleiro, na pequena área, não dá. Isso sem falar no penalti.

    Fábio Sallum: Renan, à exceção do Jucilei, o time inteiro foi mal.

    Foi triste.

    Abraços!

  2. De bom, só a torcida gritando: É JUCILEI! Porque só ele mereceu e acho bem importante enfatizar isso, inclusive para os outros pipoqueiros. É uma forma de chamar a atenção do time sem precisar vaiar, coisa que a torcida não faz mais.

    Espero que na próxima vez que a gente assista ao jogo juntos tenhamos mais sorte, né? Senão vou achar que é zica! Hahahaha…

    Abraços alvinegros,

    Lara.

    Fábio Sallum: Lara, importante salientar que esse reconhecimento ao Jucilei partiu do torcedor comum, sobretudo das cadeiras laranja, do tobogã e das numeradas.

    Espero que tenhamos mais sorte da próxima vez!

    Abraços!

  3. Fábio,
    Primeiramente obrigado por divulgar meus vídeos.
    Não querendo abusar, em homenagem a garra e dedicação do Jucilei postei este vídeo:

    E, não querendo sacrificar o Iarley, que vinha jogando bem na minha opinião, gostaria de mostrar aquele que foi o gol mais perdido da rodada segundo a Globo:

    Depois vou comentar sobre o excesso de lotação na Laranja. Tem alguma coisa errada.. Não é possível.. Tem muito mais torcedores que lugares.. Espero que pelo menos o excesso seja de torcedores que pagaram e que este dinheiro esteja sendo computado.
    Da laranja ficava olhando a numerada com sobras de lugares e eu naquele sufoco, sentado na escada e tendo que ouvir o locutor oficial pedindo para sairmos da escada. Íamos ficar onde?
    Para ajudar, os orientadores ficam “orientando” na frente e atrapanhando ainda mais a visão..
    Não sei se estou ficando muito resmungão mas não dá né..

    Fábio Sallum: João, seus vídeos são sempre bem-vindos.

    Se você me permitir, vou usá-los com mais frequência para ilustrar os posts.

    Eu percebi essa “superlotação” nas cadeiras numeradas também, na semana passada.

    Acho que há mais público do que o realmente anunciado no placar eletrônico.

    Entendo a sua indignação!

    Abraços!

  4. Corrigindo..
    “atrapalhando” e não “atrapanhando”
    Abçs ao trio.

    Fábio Sallum: Corrigido!

    Abraços!

  5. Tudo diferente do som ambiente parte desses lugares agora, né?

    Fábio Sallum: Exatamente.

    Tive a impressão de que as organizadas estão mais preocupadas com elas mesmas do que com o time/clube.

    Não vi pressão da torcida e, ao final do jogo, eles cantavam como se o Corinthians tivesse ganho.

    Beijos!

  6. Larissa e Fabio,

    só assisto jogo lá da laranja. Confesso que em 2008 era “mais legal”, a torcida apoiava mais e era menos chata. Com os preços subindo, piorou a “qualidade” e a rotatividade aumenta. O pessoal vai lá uma vez por ano e logicamente quer ver o time ganhar, daí o chiado é muito maior. Foi engraçado ver a reação das pessoas quando o placar não disse o nome do Ronaldo no sabado: “cadê o gordo?”. No jogo contra o Vitória, mesmo após a saída do Ronaldo, um rapaz do meu lado ainda gritava o nome dele…
    Sobre o jogo, não tem muito a acrescentar além do seu texto.

    Parabéns ao João Alberto pela excelente cobertura do jogo. Aquele compilado de lances do Jucilei valeu o ingresso.

    Saudações Corinthianas!

    Fábio Sallum: Eu concordo com você sobre o público do Pacaembu.

    Até 2008 era bem diferente do que vemos agora.

    Isso é o reflexo da elitização do público, levada a cabo pela atual diretoria.

    Já presenciei cenas como essa que você descreveu agora. Tem torcedores que vão ao estádio para ver o Corinthians… e outros, para ver Ronaldo.

    Os vídeos do João Alberto são realmente muito bons.

    Abraços!

  7. Fabio, é verdade que já estão pedindo a cabeça do Adilson?

    Fábio Sallum: Sim, o movimento contra o Adilson aumenta.

    Entendo que ele cometeu equívocos, mas não entendo que deva ser demitido.

    Abraços!

  8. Fábião, a verdade é q não dá pra confiar ainda nesse time… quando vc acha q vai perder, ganha… quando vc acha q vai ganhar, perde… num dá pra entender….
    Abraços
    Vai Corinthians!!!!!!!!!!!!

    Fábio Sallum: Wagnão, a raiva que eu passei no último sábado é indescritível.

    Acredito que o jogo contra o Fluminense vai dar empate.

    Abraços!

  9. Pq vc não publica meus comentários??
    tem medo do que?
    Aliás, eu já tava pra te perguntar uma coisa, faz tempo..
    vc é gay???

    Fábio Sallum: Eu censurei seus comentários porque eles apenas se limitaram a xingar, de maneira gratuita, a mim e aos leitores do Blog do Trio.

    Espero que você participe de uma maneira mais saudável e respeitosa.

    Quanto à sua pergunta, eu sou hétero e tenho namorada.

    Espero que minha resposta não o tenha deixado frustrado ou com o coração partido.

    Abraços!

  10. ae maluco, cê tá me tirando….
    cuidado ein….. tua cara tá a mostra aqui….
    sei quem vc é…..
    xingo memo…….. xingo todo mundo karaio….
    cuzão….

    Fábio Sallum: Realmente eu mostro a minha cara.

    Por que você não mostra a sua?

    Ai, que meda!

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: