Publicado por: Blog do Trio | 03/09/2010

Sai, “zica”!

Dagoberto vai comemorar com a galera! Crédito: Wagner Carmo/VIPCOMM

SPFC 2×1 Atlético-GO

Nação Tri-Mundial,

Finalmente, vencemos!

Se não foi um primor de partida, e de fato não foi mesmo, o que importa é que vencemos, depois de mais de 1 mês, tirando aquela “zica” que nos perseguiu no mês de agosto!

Aliás, mas do que nunca, agosto foi mesmo o mês do desgosto para a torcida do São Paulo!

Bom, mas vamos ao jogo.

Com Fernandão vetado, nosso bravo interino resolveu mandar o time a campo simplesmente sem qualquer referência no ataque.

Se acertou na escalação do meio, com Rodrigo Souto, Casemiro, Jorge Wagner e Marcelinho, errou feio no ataque, ao colocar Fernandinho e, pasmem, Marlos, que é meia atacante! Se não tivesse opções no banco, tudo bem, até entenderíamos.

Mas não, ele tinha Dagoberto no banco.

O que Sérgio Baresi quer? Mostrar poder? Mostrar que ele quem manda?

Ou seja, você tem à disposição um jogador que se não é um Romário da vida, é sim um bom atacante e o deixa no banco, em detrimento de um meia?

Além do que, Dagoberto tem uma história de 2 Campeonatos Brasileiro conquistados no clube. E Fernandinho, o outro “atacante”. 5 gols em 32 partidas. Opa, destes 5, 4 foram marcados na estréia, contra o Monte Azul. Ou seja, em 31 partidas Fernandinho

Ora meu caro Sérgio Baresi, repito o que já disse no comentário sobre o jogo contra o Fluminense.

Time principal não é o sub sei lá o que.

Se você quer mostrar poder, mostrar que é você quem manda, vá fazer isso lá em Cotia. No time principal do meu São Paulo, NÃO!

Bom, e a equivocada opção do interino se reverteu claramente em campo.

O time até que articulava bem as jogadas, até que armava alguma coisa. Mas chegava na área, na hora de finalizar, faltava um homem de gol, uma referência, um finalizador.

Tanto que o primeiro gol foi sair através de uma cabeçada de Xandão, após um belíssimo cruzamento de Jean, aos 23 minutos do primeiro tempo.

E assim transcorreu o restante da primeira etapa. Um São Paulo correndo muito, tocando muito a bola, mas sem poder de finalização.

No intervalo, como que por uma ação dos deuses do futebol, para corrigir a burrada do interino, Fernandinho, machucado, é obrigado a sair, dando lugar a Dagoberto.

Logo no começo da segunda etapa a zaga dá um vacilo daqueles que, infelizmente, já estamos nos acostumando, e o Atlético empata a partida.

Após, vimos em campo um São Paulo com muita disposição, mas sem organização. A torcida continuou empurrando e a ansiedade pelo gol e a vitória era latentes.

Jorge Wagner acertou um belo chute, muito bem defendido pelo goleiro Marcio.

O time tentava muitas jogadas individuais, pelo meio, o que facilitava a marcação do adversário, todo fechado na defesa.

Até que aos 25 minutos Marlos acertou um belo cruzamento da direita que encontrou a cabeça de Dagoberto.

Gol, vitória e fim do jejum!

No domingo vamos a Minas Gerais (Ipatinga) encarar o moribundo Atlético-MG de Vanderlei Luxemburgo.

Jogo difícil. O Atlético se recuperou da má fase vencendo, e bem, o Goiás, fora de casa.

Teremos o desfalque de Xandão, suspenso, e Ricardo Oliveira, ainda vetado pelo departamento médico.

Espero que Fernandão volte, para fazer dupla com Dagoberto.

Bem, isso se o nosso interino não resolver aprontar das suas novamente!

Vamo São Paulo!

Aurélio Camargo

aurelio.camargo@blogdotrio.com.br

Siga-me no Twitter: http://twitter.com/aureliocamargo

http://www.blogdotrio.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: