Publicado por: Blog do Trio | 07/07/2010

A quem o prefeito quer enganar?

Amigos do Trio,

Vendo essa ladainha toda do prefeito Gilberto Kassab sobre uma “segunda chance” ao Morumbi na Copa de 2014, me indago:

A quem o Prefeito está querendo enganar?

Ora Prefeito todos sabem que o projeto da Arena Pirituba (ou o Piritubão) já está na sua mesa.

Aliás, na sua mesa não, na sua mala aí na África do Sul.

Prontinho para ser executado, com o dinheiro (se não no todo, mas em parte) do contribuinte Paulistano.

Então, qual a intenção do Prefeito em, mais de 2 semanas depois do anúncio da FIFA (FIFA não, CBF!), ressuscitar a possibilidade do estádio sediar algum jogo da Copa de 2014?

Ora, porque então não deu esse apoio todo quando estávamos ainda na briga?

Muito simples meus caros.

Política.

É muito sórdido vir o Prefeito Kassab, a essa altura do campeonato, declarar todo seu apoio ao Morumbi.

Agora não precisamos mais do seu apoio.

Precisávamos lá atrás, quando vocês (três esferas do governo) “abandonaram” a candidatura do estádio.

Não aceitaremos que você venha querer limpar sua barra perante o eleitor às custas do Estádio do Morumbi.

Isso não!

O eleitor, o cidadão não é palhaço.

Todos estão vendo seus esforços na construção de um novo estádio na Cidade de São Paulo, com o dinheiro do contribuinte.

Mas tenha certeza que o eleitor lembrará disso nas próximas eleições.

Sua Arena Pirituba (ou Piritubão) sairá sim do papel.

Entretanto, sugiro que você garanta logo seu ingresso para o jogo inaugural, pois tenho lá minhas dúvidas se você estará ocupando algum cargo público quando da abertura da Copa.

E deixe o Morumbi em paz!

Ah, e para os mais novos, aquele acima é o Palhaço Bozo, que muito animou as manhãs das crianças da década de 80, inclusive a minha! (meu Deus, estou ficando velho!)

Aurélio Camargo

aurelio.camargo@blogdotrio.com.br

Siga-me no Twitter: http://twitter.com/aureliocamargo

 

Anúncios

Responses

  1. A diretoria pecou em confiar nesse cara enquanto ele estava tramando como Ricardo Picareta e peca agora por não dar um passa-moleque definitivo nesse pilantra.
    Basta soltar um nota mandando o Kassab enfiar o apoio próprio rabo e declará-lo pessoa não-grata no morumbi.

    Jair,
    Concordo plenamente!!
    E aí, com saudades do tricolor em campo??
    Daqui uma semana acaba nossa Abstinência!!
    Abraços,
    Aurelio

  2. Pô Aurélio…

    …essa história de Arena Pirituba ainda é pura especulação e teoria da conspiração…

    Não dá pra polemizar sobre algo que, ainda, não existe.

    Ah, Blefe!
    Não me faça rir!!!
    Abração,
    Aurélio

  3. Aurélio,
    Ja estou salivando em pensar que o jogo com o Inter se aproxima.
    Ainda bem que tem alguns jogos do brasileirão pra controlar a ansiedade.

    Pois é meu caro Jair…
    Está chegaaaaaaaaaaaaando!!!
    Abs,
    Aurélio

  4. Em RECIFE , cada um dos três grandes clubes locais possui um estádio próprio, compatível com suas necessidades, e onde manda seus jogos: Arrudão (Santa Cruz), Ilha do Retiro (Sport) e Aflitos (Náutico).

    A despeito da situação acima descrita, será construída em Recife uma nova arena para abrigar os jogos da Copa do Mundo de 2014: a Arena Cidade da Copa, para 46.000 pessoas.

    *

    BRASÍLIA não tem nenhum clube na Série A do campeonato brasileiro. Possui um clube na Série B, o Brasiliense. Em Brasília será construído, para a Copa do Mundo de 2014, o Estádio Nacional, com capacidade para 70.000 pessoas.

    *

    O Rio Grande do Norte não tem nenhum clube na Série A do campeonato brasileiro. Possui um clube na Série B, o América. Em NATAL será construído, para a Copa do Mundo de 2014, a Arena das Dunas, para 45.000 pessoas.

    *

    Em MANAUS também será construído um novo estádio para a Copa do Mundo de 2014: A Arena Manaus, para 42.000 pessoas. O futebol amazonense é semi-amador, não possuindo clube algum nas séries A e B do campeonato brasileiro.

    *

    É possível que vários dos novos estádios mencionados virem elefantes brancos, depois da Copa do Mundo de 2014.

    Mas isso não provoca reações histéricas da mídia.

    Ao contrário do que passou a acontecer depois que o cronicamente inviável estádio do Morumbi foi finalmente descartado como opção para a Copa do Mundo de 2014, e delineou-se a óbvia opção de se construir um novo estádio na cidade de São Paulo.

    *

    SÃO PAULO é a maior e mais importante cidade brasileira, capital do estado que é o principal cenário futebolístico do país.

    É indiscutível o fato de que a cidade de São Paulo precisa de um novo estádio de grandes dimensões, pois: a) não existe uma arena moderna na cidade para abrigar grandes eventos artísticos ou esportivos; b) o Corinthians, clube de maior torcida da cidade (a Fiel, além de tudo a mais fanática torcida brasileira), não dispõe de uma praça esportiva à sua altura para para mandar as suas partidas; c) a maior cidade do Hemisfério Sul não possui um estádio para abrigar condignamente a abertura da Copa do Mundo de 2014 – evento que irá mostrar para o mundo a pujança do Brasil, país que passou do subdesenvolvimento para a condição de potência emergente.

    *

    Não há possibilidade do estádio a ser erguido em São Paulo se tornar um elefante branco após a Copa do Mundo de 2014, pelas citadas demandas dos grandes shows e dos jogos do Corinthians.

    É FALACIOSA, PORTANTO, A ARGUMENTAÇÃO SUSTENTADA HISTERICAMENTE POR GRANDE PARTE DA MÍDIA CONTRA O NOVO ESTÁDIO PAULISTANO.

    *

    Elefante branco pode se tranformar o Pacaembu, devido a já decidida construção do complexo de eventos em Pirituba, o qual deve contar com uma moderna arena com capacidade para 45.000 pessoas.

    A prefeitura municipal paulistana, que deveria estar empenhada em proporcionar uma participação grandiosa da cidade de São Paulo no maior evento esportivo do mundo, a ser realizado em nosso país em 2014, travestiu-se de militante da estapafúrdia candidatura do estádio sãopaulino a arena da Copa do Mundo.

    Assim, a própria prefeitura descarta o uso do estádio de Pirituba na Copa de 2014, recusando a aumentar a sua capacidade para 65.000 pessoas, e alegando que “não dá tempo” de ficar pronto em “apenas 4 anos”… (no final da década de 1940, construiu-se, em um então subdesenvolvido Brasil, o maior estádio do mundo, o Maracanã, para 200.000 pessoas, no Rio de Janeiro, para a Copa do Mundo de 1950; tempo de construção do Maracanã: 2 anos…).

    *

    ELEFANTE BRANCO DEVE SE TORNAR O MORUMBI, A PARTIR DA CONSTRUÇÃO DO NOVO ESTÁDIO PAULISTANO PARA A COPA DO MUNDO DE 2014.

    Eis o que move os renitentes defensores da causa perdida da candidatura Morumbi -2014 (dentre os quais, e eis o maior dos desatinos nessa história, vários homens com função pública e motivações nem tanto) .

    A administração pública não tem porque se preocupar com o destino do Morumbi, pois: 1) o Morumbi é propriedade privada, do São Paulo F.C., e, sob pena de infringir o princípio constitucional da impessoalidade da administração pública, a prefeitura ou o governo do estado não devem favorecer interesses privados em detrimento do bem público; 2) não fosse o motivo anterior suficiente bastante, seria ainda escandalosamente contraditório a prefeitura se preocupar com o privado Morumbi quando ela, ao contrário, decidiu “matar” o Pacaembu, com a construção da Arena de Pirituba…

    *

    A cidade de São Paulo precisa de um novo estádio, e o destino do estádio sãopaulino do Morumbi não deve interferir nessa questão.

    O Morumbi não é problema dE São Paulo. O Morumbi é problema dO São Paulo.

    Como contribuinte Paulistano, discordo de vc.
    A cidade tem inúmeras outras prioridades que um estádio de futebol
    Assim como todas as mencionadas cidades tem outras inúmeras prioridades.
    Abs,
    Aurélio

  5. Mandou bem Aurélio. Acho sim, que a cidade de São Paulo precisa de uma Arena moderna pra Copa, mas também concordo que tem “N” outras prioridades.
    Deus queira que a decisão do Conselho do Corinthians não esteja “arrastando” a decisão sobre o futuro do tau estádio, para ver se assim, se acomoda com dois estádios públicos. Sendo assim, cada um dos 4 clubes paulistanos teriam suas “casas” próprias, e os dois estádios municipais iriam ficar as moscas após a Copa.
    Em contrapartida, se o “Piritubão” for mesmo erguido, e ficar as moscas, Kassab não dará a mínima, pois até lá, São Paulo não será mais da conta dele, continuando a ser sim, da “conta” dos paulistanos, como sempre foi e será.
    Nem Kassab nem governante paulista algum tem interesse em sequer apoiar algum estádio particular para o evento, pois fica muito mais difícil para um prefeito e alguns vereadores desviarem dinheiro que não é público. Ou tem farra e anarquia, ou a cidade de São Paulo fica sem o cobiçado doce.
    Triste e lamentável!
    E VIVA O BOZO!!!! \o/
    Abraços!!!

    Felipe,
    Perfeito!!!
    Pô, o Bozo era muito legal….
    É do seu tempo?!
    Abraços,
    Aurelio

  6. E para que não haja contradição na minha opnião, ainda continuo contra o “Projeto Morumbi”, já que foi mais do que provado que o SPFC não tem condições de modernizar o estádio à altura do evento, sem o uso do dinheiro público.

    Abraços!!!

  7. Aurélião, discordo de vc quando vc fala q o cidadão (eleitor) não é palhaço… o eleitor é muito trouxa e independe somente dessa questão…
    Mas o Bozo era muito loco hein (em todos os sentidos)….kkkkkkkk
    abração velho….

    Faaaaaaaaaaaaaaaaaaaala Wagnão!
    Pô, tempo que vc não aparece!!
    Pois é…. Temos que lutar é para que o eleitor deixe de ser o palhaço que é!
    Nem fala….. o Bozo era muuito doido!!!
    hahahahaha
    Abraços,
    Aurélio

  8. Que o corintians construa seu estádio, com seu próprio suor, como fez o São Paulo, tudo bem.
    Só que a prefeitura construir um estádio, mesmo que não o entregue para o corintians, que é o que vai acontecer, é o extremo da desonestidade. Isso porque a cidade já tem um estádio municipal. Construir um segundo estádio municipal vai certamente deixar um deles no ostracismo.
    Todas essas cidades citadas, com seus gastos de copa faraônicos têm até mais carência de recursos que SP. Se o Lula, nosso congresso, nossa câmara, nosso ministério publico e nosso povo tivesse um mínimo de decência estariam batendo nessa tecla das prioridades e exigindo respeito. Mas o povo só está preocupado em fazer festa e os detentores do poder, em faturar com a festa. O lado irônico é que muitos dos festeiros não estarão vivos em 2014 por alguma ausência do estado… A ausência mais comum será o tradicional desdém com a saúde. Outros morrerão porque o estado falha na educação e na assistência social formando levas de marginais cada vez mais distantes da punição, quanto mais da recuperação. Muitos outros partirão pela má conservação das estradas. Mas os mutilados e desdentados que sobreviverem estarão lá nas “fan-fests”, sem dinehiro pra entrar nos estádios, mas festejando a superioridade brasileira a cada gol marcado pela seleção e olhando zombeteiros os suiços, dinamarqueses, ingleses… todos aqueles branquelos desengoçados que não sabem jogar bola.

    Jair,
    Bingo!!
    Abs,
    Aurélio


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: