Publicado por: Blog do Trio | 23/06/2010

Seleção Brasileira X Imprensa – Por que tanto conflito?

Amigos do Trio,

Uma coisa tem me chamado muito a atenção nessa Copa do Mundo em relação à Seleção Brasileira.

O conflito com a imprensa.

Tudo começou quando Dunga, acertadamente, acabou com as regalias da Rede Globo dentro da Seleção.

Era um tal de “exclusiva” para emissora, jornalista em avião, concentração, jantar.

Chegou ao ponto de, em 2004, com o time concentrado para as eliminatórias, Ronaldo entrar ao vivo no Fantástico para pedir a Cicarelli em casamento.

Fatos não mais vistos com Dunga à frente da Seleção.

Agora, a Rede Globo é tratada como as outras. Quando tem entrevista para ela, tem para as outras.

Seus profissionais não têm mais trânsito livre.

Mas se acertou em uma ponta, vem errando feio na outra.

A postura do treinador no trato com a imprensa é inaceitável para quem está no comando de uma Seleção Brasileira, ainda mais em uma Copa do Mundo.

Infelizmente Dunga padece do mal de não saber conviver com críticas.

O ápice de seu despreparo veio no último domingo, quando o treinador, durante a entrevista coletiva, passou a ofender um jornalista, curiosamente, da Rede Globo.

Ora, por mais que o jornalista estivesse sendo inconveniente (nem sei nem se estava), nada justifica que um treinador de Seleção Brasileira, em uma coletiva após um jogo de Copa do Mundo, onde estavam presentes jornalistas do mundo todo, fique balbuciando expressões do tipo “puto cagão“.

E os tais treinos fechados então.

Tudo em uma simples represália a um suposto exagero na cobertura do desentendimento havido entre Daniel Alves e Júlio Baptista.

Ora Dunga, deixe de ser infantil.

Muito melhor teria sido você abrir o próximo treinamento para provar que estava tudo bem entre os atletas.

E não tenham dúvidas que, caso o Brasil venha a ser campeão, mais baxaria vem por aí.

Ele não deixará de atacar todos aqueles que o criticaram no início do trabalho, que disseram que nem treinador ele era.

E por acaso alguém mentiu? Ele era treinador?

Acho que não!

Mas a questão não se limita apenas a Dunga.

Os jogadores parecem também contaminados com a onda de perseguição do treinador.

O último foi Kaká.

Ao ser questionado por André Kfouri sobre suas dores no púbis, o jogador passou a acusar o pai do jornalista, Juca Kfouri de perseguição religiosa.

Para começar, errou no momento.

Não tinha nada que ligar filho com pai. Não tinha nada que aproveitar uma pergunta do filho para falar do pai. Ambos (André e Juca) sempre pautaram sua relação profissional pela maior independência em relação ao parentesco.

E convenhamos que Kaká perdeu uma ótima chance de ficar quieto, aproveitando para tratar suas dores!

Quem acompanha Juca Kfouri sabe que ele nunca discriminou o atleta por sua crença religiosa.

Pode tê-lo criticado, sim, pela forma como ele expõe sua crença.

E aí, não tem preconceito nenhum.

Tecer uma crítica, com respeito, a um atleta que marca um gol e levanta uma camisa escrito “Jesus” não é discriminação. É opinião.

Me impressiona, e revolta, como o assunto religião é um tabu no Brasil. Não pode-se falar nada, criticar nada. Que já é preconceito.

Ora Kaká, se não quer ter sua opção religiosa comentada, pare de difundi-la aos 4 ventos. Pare de fazer o “merchandising religioso” muito bem criticado pelo jornalista.

Enfim, esse é só mais um capítulo da turbulenta relação da atual Seleção Brasileira com a imprensa.

Uma relação que, se equilibrada, só traria vantagens, a todos!

Aurélio Camargo

aurelio.camargo@blogdotrio.com.br

Siga-me no Twitter: http://twitter.com/aureliocamargo

 

 

Anúncios

Responses

  1. Aurélio, boa tarde.

    Veja bem, sou São Paulino e por este fato dificilmente eu criticaria um texto seu. Mas desta vez discordo absolutamente de tudo o que vc postou neste texto. Nâo sei qual a sua profissão, mas vendo vc postar este texto, fica parecendo que vc é jornalista formado e quer defender seus pares. Não sei, talvez sim, talvez não. Mas o fato é que tanto Dunga quanto Kaka, de meu ponto de vista (e creio que a maioria dos torcedores brasileiros) estão do lado deles. A Globo foi uma das responsáveis pelo oba oba de 2006, mas ninguém admitia até agora. Kaka sempre foi criticado sim por Juca Kfouri em tudo o que ele fala sobre religião em seus espaços midiaticos quando o assunto é sobre religião e o próprio jogador. Confio no hexa, mas não exitarei, assim como a maioria esmagadora dos torcedores brasileiros, em apontar tanto a Globo quanto a imprensa brasileira em geral, como culpados caso nossa seleção venha a ser eliminada da copa prematuramente.

    Wanderson,
    Inicialmente, fique, sempre, absolutamente a vontade para me criticar.
    Críticas construtivas são (como a sua agora), sempre, bem-vindas!
    Bom, não sou jornalista não. Sou advogado.
    Concordo plenamente que a Globo foi uma das responsáveis pelo oba-oba de 2006.
    Tanto que, acertadamente, o Dunga acabou com os privilégios da emissora.
    Agora, não posso concordar com o fato dele não aceitar críticas. Não sei pq guardar tanto rancor.
    E fazer um papelão como aquele na coletiva.
    Quanto ao Kaká, me incomoda um pouco o fato de, no Brasil, não se poder falar em religião. Aliás, ele pode expressar sua preferência religiosa à vontade. Os outros é que não podem falar.
    Entenda, sou totalmente contrário a qualquer discriminação de cunho religioso. Mas acompanho sempre o Juca Kfouri (contra o qual, aliás, tenho diversas criticas). E, sinceramente, nunca vi ele desrespeitando o Kaká.
    Mas para ampliar nosso debate, me explique pq vc acha que a imprensa seria a responsável por um suposto fracasso do Brasil.
    Abraço,
    Aurélio

  2. E do seu querido e amado Maradona mandando que os jornalistas continuassem chupando, vc não vai falar não??
    Ele pode, né???
    Aliás, vcs não jogaram NADA ontem contra a Grécia….
    Vou rir mto de vc qdo a argentina cair fora… Mais ainda qdo o SPFC cair fora da libertadores…..

    Estava tão errado qto o Dunga

  3. Concordo com tudo oq você escreveu!
    Ninguém que se proponha a ser minimamente profissional tem o direito de desrespeitar outras pessoas. As atitudes do Dunga só provam o seu total descontrole e despreparo. Desde quando é aceitável sair por aí soltando palavrões?? Onde está o respeito e a educação? Ser educado e respeitoso não é qualidade, é obrigação. Não só dele, de qualquer um!
    Ser técnico vai além de escalar jogadores, armar um time, dar coletivas (mal dadas, por sinal) e “proteger” o ambiente da seleção. Sua função inclui também (e tão importante quanto) saber lidar com a imprensa, com as críticas, com erros de árbitros, com opiniões diversas, etc. Afinal, ele carrega a imagem de um país inteiro em um torneio mundial visto por milhões de pessoas.
    Pode até ser que o Brasil ganhe e que ele saia da copa sendo considerado um profissional bem-sucedido pela parte técnica, mas por todos os outros aspectos ele já falhou. O que é uma pena e, na minha opinião, uma vergonha para Brasil.
    As pessoas dizem que estão do lado dele porque ele “peitou” a Globo. Oras, não interessa se o jornalista é da Globo, da ESPN ou de qualquer outro meio de comunicação, atitudes como aquela na entrevista coletiva e como aquelas vistas na beira do campo ao final do jogo contra a Costa do Marfim são inaceitáveis e ponto!
    Quanto à polêmica Kaká x Juca Kfouri, concordo inteiramente com o Juca. Campo de futebol não é local para propaganda (ou manifestação, como queiram) de ideologias sejam elas religiosas, políticas, sociais… Seria aceitável algum jogador que apóia determinado candidato político exibir uma camiseta com o nome dele durante a comemoração de um gol? Ou algum jogador exibir uma mensagem do tipo ‘100% ateu’?? Eu acredito que não, já que há hora e local apropriado pra tudo! Assim, porque é aceitável a exibição de uma crença religiosa? As crenças pessoais de cada um (de novo: sejam elas políticas, religiosas ou de qualquer outra natureza) devem ser mantidas sob o âmbito do pessoal e não exibidas como merchandising em um evento público laico e imparcial.
    Agora, como o Aurélio bem colocou, no Brasil criticar qualquer coisa que envolva minimamente religião (ainda que não se esteja criticando a religião ou a crença em si) é visto como preconceito e desrespeito. O que o Juca fez não foi criticar o fato de o Kaká ser ou não ser evangélico e, sim, o fato de ele (e de outros jogadores) fazerem propaganda disso em um ambiente inapropriado para tal. Aqueles que discordam de que campo de futebol não é inapropriado para esse tipo de manifestação imaginem se cada jogador fizesse apologia às suas crenças pessoais!! O futebol perderia seu foco e viraria um campo de lutas políticas e religiosas e deixaria, com certeza, de ser o espetáculo que é!

    Perfeito!
    Sem dúvida nenhuma um dos (se não, o mais) inteligentes comentários da história do Blog!!
    Onde eu assino?!??!
    Bjos,
    Aurélio

  4. Ah bom, achei que vc fosse passar a mão na cabeça do seu ídolo maior…….
    aliás, estava vendo a musica que o tal do “el potro rodrigo” fez pro maradona…. que ridiculo… la mano de dios….. ridiculo, ridiculo…..
    Argentino, estou prevendo que vcs serão surrados pelo méxico…..
    3×1…. e vou comemorar enchendo a cara de tequila…

    Ebola, pq tanto ódio dos argentinos??? (ah, eu NÃO sou Argentino!)
    qto à música, é mto linda, uma das mais executadas no meu mp3!
    Se quiser ver o vídeo, aqui vai… Luna Park, em 2005!

    mas não vá se emocionar mto ein!
    qto à tequila, se quiser me convidar, fique à vontade!

  5. aliás, esqueci de uma coisa…. será como em 2006… se não cair para o méxico, cai para a alemanha nas quartas…
    não tem jeito….
    Maradona voltará para a argentina com o rabinho bem enfiado no vão das pernas…. e fará uma pequena escala aqui, para te pegar e levar embora pra aquele buraco nojento que é a argentina…
    vai vc, o maradona, o spfc, o rogério ceni, o messi, o pibe, o potro rodrigo, todo mundo…….
    vc é contra os interesses da nação….
    vamos abrir itaipu

    Meu Deus!
    Ele enlouqueceu de vez!!!
    Bem, mas eu iria com o maior prazer!
    Ebola, me fala uma coisa…. Como grande nacionalista que vc é, pq a alcunha de uma doença típica de países africanos?cairia melhor para vc algo do tipo “dengue” ou “febre amarela”, não?!?

  6. Aprendi na Escola de Governo do professor Fábio Comparato o valor da experiência. Uma coisa é vc ver a favela outra coisa é vc conviver e pisar na lama e cheirar o rio fétido que passa no meio dela. Talvez nenhum de nós tenha passado, eu não passei, por um processo de difamação da imprensa comercial que temos no país. Até mesmo os globais sentem. Ontem Ana Maria Braga reclamou dos jornalistas, por mais de 3 minutos no seu programa, porque disseram que ela tem um caso. Ela teve este espaço em uma concessão pública para responder, eu tb quero. A TV e o rádio são tratadas pelos jornalistas como propriedade privada e só a voz deles é reproduzida. Com certeza Dunga, Kaká e Ana Maria sofreram muito e quando vc é agredido todo dia, e não vê justiça, qual é a sua reação? Uma coisa é crítica, outra é difamação, e nesta última a maioria da imprensa é campeã, ela vive de audiência, por isso produz escândalos e ganha dinheiro, que no nosso sistema é tudo ! Danem-se as pessoas. Abs

  7. Eu entendo a posição do Dunga. Transformaram o nome dele em sinônimo de futebol feio e mal jogado. Fizeram com ele algo parecido com o que foi feito ao Barbosa, de 1950, mas Barbosa não teve a chance de se defender.
    Se Dunga vencer a copa poderá mandar todo mundo as favas, pedir o boné e se recolher à vida particular com a alma lavada
    Se perder, está ferrado pois o que ja falavam antes será multiplicado por dez.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: