Publicado por: Blog do Trio | 16/06/2010

África do Sul 0x3 Uruguai

 

O nome do jogo: Diego Forlán - Fonte: AFP

 

ÁFRICA DO SUL 0X3 URUGUAI

Amigos do Trio,

E as vuvuzelas se calaram!

Calma, para quem (com razão) não suporta a corneta africana, não trata-se de uma proibição da FIFA.

Mas sim da sonora derrota da África do Sul para o Uruguai, na partida disputada no Loftus Versfeld, em Pretória.

3×0 para a Celeste Olímpica, que 21 anos depois voltou a vencer uma partida de Copa do Mundo. A última vitória Uruguaia no maior campeonato de futebol do mundo havia sido em 21/06/1990, um magrinho 1×0 contra a Coréia do Sul.

E a superioridade Sul-Americana foi incontestável.

Capitaneada por Diego Forlán, a Celeste não deu chances à equipe de Parreira. Muito bem postada na defesa, a equipe manteve sempre as ações da partida, marcando muito bem a saída de bola dos Africanos, que não tiveram grandes chances de gol. O conjunto Uruguaio impressionava.

E. se na África do Sul, o conjunto não ajudava, e não havia nenhum destaque individual, na Celeste Diego Forlán resolveu assumir sua condição de estrela e principal jogador.

Aos 24 minutos do primeiro tempo o atacante do Atlético de Madrid acertou um belo chute de fora da área, sem chances para o goleiro Muslera.

Já no segundo tempo, empurrada pela torcida e suas vuvuzelas, a África do Sul tentou avançar, mas sem muita objetividade, e sempre barrados na sólida zaga Uruguaia, liderada por Diego Lugano.

Até que aos 30 minutos Muslera comete pênalti em Suarez, e é expulso.

Forlán, novamente, cobra com maestria e acaba com o sonho dos Africanos. Pênalti batido com força, no alto. Uma escola para os brasileiros adeptos da “paradinha”.

E para colocar a pá de cal no time de Parreira, Pereira ainda marcou aos 50 minutos.

A África do Sul ainda não está matematicamente eliminada.

Tem que torcer para um empate no jogo de amanhã entre França e México, e vencer a França na última rodada.

Já aos Uruguaios basta um empate no último jogo contra o México para alcançar a outrora inacreditável classificação para as oitavas de final.

Quanto ao Forlán, vale lembrar que ele é filho de Pablo Forlán, jogador que marcou época na lateral direita do São Paulo.

É, ao lado de Dario Pereyra, Pedro Rocha e Lugano um dos Uruguaios que marcou época no Tricolor.

Fica a grande dúvida de até onde vai essa Seleção do Uruguai.

Não é um time brilhante, mas conta com uma noção tática muito grande, além de um grande craque como Forlán.

E isso sem falar na já conhecida raça Uruguaia.

Aurélio Camargo

aurelio.camargo@blogdotrio.com.br

Siga-me no Twitter: http://twitter.com/aureliocamargo

Anúncios

Responses

  1. Ouvi comentários (fanfarrões?) de que se Joel Santana ainda estivesse como técnico da África do Sul, o jogo seria outro……rs

    Você acha que o Parreira errou, Aurélio?

    ABS!

    Avelar,
    Não! O time da África do Sul é fraco mesmo!
    Tenho um conhecido que apostou R$50,00 que a África do Sul nãao marcaria nenhum gol na Copa. Foi chamado de louco!
    De fato, ele perdeu a aposta. Mas era um visionário do futebol. O time é fraco!!!!
    Abs,
    Aurélio


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: