Publicado por: Blog do Trio | 17/04/2010

Em defesa de Danilo

Nação Palestrina,

Que idiotice fez Danilo!

Esse é o típico episódio que marca a carreira de qualquer atleta e a vida de qualquer homem.

Por pior que possam te fazer, é inaceitável cuspir na cara de alguém.

Muito embora o relaxamento moral vigente  permita que os os cuspidores de ontem sejam os comentaristas de TV de hoje, não se pode relativizar um gesto desses.

No entanto, discordo veementemente daqueles que advogam a punicão criminal pela prática da injúria racial cometida.

Não podemos misturar a administração pública da justiça com as sanções aplicáveis na esfera desportiva.

Danilo deve ser punido por aquilo que fez dentro de campo, pelo gesto indigno e pela atitude antidesportiva de ofender o zagueiro do Atlético/PR.

Daí a levarmos o caso para a esfera criminal é um outro problema.

O mundo do futebol, em especial o que ocorre dentro do estádio, mais precisamente dentro das quatro linhas, deve SIM ser relativizado, sob pena de cairmos em discursos panfletários e hipócritas.

Quem já jogou bola, ou mesmo foi a uma arquibancada, sabe que são comuns ofensas quanto às características físicas dos atletas (Ronaldo que o diga), à sua opção sexual, à honestidade (em particular dos juízes) e até às pobres progenitoras, que sequer estão no local.

No entanto, todo o praticado se esgota com o final da partida.

É inimaginável processar alguém que quebrou a perna de outro, em uma partida de futebol, por lesão corporal de natureza grave, com pena de reclusão de 1 a 5 anos, não é ?

Parece absurdo, mas quando se fala de determinados crimes a lógica não é essa.

Há outro fator que deve ser levado em consideração:  o estado emocional do “criminoso” no momento da prática inadequada.

Não é fácil, depois de tomar pancadas, ouvir xingamentos, estar cansado pelo esforço físico, manter o equilíbrio quando te xingam ou agridem.

Não defendo de forma alguma o que o nosso atleta praticou.

É inadimissível, repugnável, indigno e covarde, mas, reitero, deve ficar restrito à esfera desportiva.

Sei que os ecos do racismo que, infelizmente, ainda existe em nosso país fazem com que tendamos a querer punir com mais rigor alguns crimes do que outros.

Entretanto, não podemos, como juristas, ou mesmo homens que buscam a justiça, apoiar que apenas algumas leis sejam observadas e outras não.

Se é para promover uma ação penal por injúria racial, que iniciemos também processos contra as lesões corporais, crimes contra a honra  e os atos de homofobia que frequentemente são praticados no campos de futebol.

Danilo será o De Sabato brasileiro.

Muitos aproveitarão seu gesto, como aconteceu à época, para levantar bandeiras étnicas em busca da promoção pessoal.

Ao beque argentino nada aconteceu, já a ele não posso dizer o mesmo.

Será, certamente, o bode expiatório de tudo o que de errado acontece no futebol brasileiro.

Espero que nossa Comissão Técnica tenha ao menos a inteligência e a sensibilidade de não convocá-lo para a partida de quarta-feira, sob pena de a “guerra” orquestrada causar consequências ainda piores.

 

guilherme.mendes@blogdotrio.com.br

http://twitter.com/guirmmendes

Anúncios

Responses

  1. Boa Mendão, o Direito Penal deve ser utilizado sempre em casos emergenciais, e não para qualquer problema dentro de campo, deve-se punir na justiça desportiva, e a maioria dos ex-atletas, atletas e técnicos são contra essa patifaria de terminar na delegacia o que era pra ser um espetáculo. A diferença é que o Grafite no fato do Desabato foi contra sua vontade prestar depoimento….

    Caro Renato,

    Acontece também um pouco do que você bem disse, por vezes, outros, alheios à ofensa proferida, veem uma forma de autopromoção no fato.

    Abraços……………

    Guilherme Mendes.

  2. Racismo é racismo. Em qualquer lugar, a qualquer hora e sob quaisquer circunstâncias.

    Não existe argumento contra isso.

    Ainda mais quando o que se fala tem nítida intenção de menosprezo e repúdio.

    Não existe “calor do jogo” que influencie no caráter do jogador.

    Você nunca verá, por exemplo, o Marcão falando algo assim pra alguém.

  3. Guilherme.
    Concordo com você em número, gênero e grau.
    Nos bons tempos neguinho (favor não confundir com nenhum termo pejorativo) já saia na porrada e resolvia tudo ali mesmo!!! É não estranhe não, as brigas em campo, gostem ou não, também fazem parte da mísitica do futebol.
    Futebol é coisa de homem e não meninos. Quando a ofensa é gratuita e fora do sagrado limite das quatro linhas eu também concordo que se parta para a esfera criminal e tal crime deve ser punido com severidade, pois racismo é um crime grave e imoral.
    Creio que você já tenha jogado futebol, e só quem jogou futebol sabe, oos xingamentos mais bonitos são vai se f….., filho da ……..!!!! Ameaçar então, meu Deus: “Vou quebrar suas pernas seu vi….. do car ……!!!” Xingamentos de todos os tipos e palavrões dos mais variados são uma praxe!!!! Até mesmo o que o “babaca” do Danilo proferiu e ainda mandou uma cusparada no cara, devia ter tomado é umas porradas pra aprender ser homem, mas tudo dentro de campo.
    Me desculpem os demagogos de plantâo, os ferrenhos defensores do politicamente correto, mas , vamos parar com essa viadagem!!!!
    ABRAÇO.

  4. Imagina um grupo de rock chamado “raça branca” o que aconteceria e imagina um grupo de pagode chamado “raça negra”…Oups! o segundo existe e não causa escandalo. Não estou nem levando em conta o tal xingamento rascista porque existe muito melindre nessa estoria,

    Porém, na boa cara, mas uma pessoa que cospe na cara da outra merecia uma surra bem aplicada.
    Se o tribunal tiver um minimo de descencia tem que deixar ele de fora por pelo menos uns 6 meses.
    Se eu tomasse uma cusparada na cara, minha primeira atitude seria mostrar para o arbitro e se o cuspidor ficasse em campo eu entrava de carrinho no meio do joelho dele na primeira oportunidade.

  5. O CARA FICOU IRRITANDO O DANILO E O MARCÃO O TEMPO TODO.
    COM APROVAÇÃO DO Sr JUIZ .O MAIOR CULPADO DE TUDO.
    O CARA FEZ FALTA EM CIMA DE FALTA. COM COTOVELADA E EMPURRÃO
    E TUDO MAIS FORAM VARIOS ESCANTEIO E O JUIZÃO NADA .
    CHEGA UMA HORA QUE O SACO ENCHE .
    DA VONTADE DE SOCAR O CARA .
    MAIS SE SOCAR VAI EXPULSO .
    O JUIZ E UM CEGO NÃO VE NADA A FAVOR DO PALMEIRAS
    SEMPRE CONTRA
    TODAS AS INTERPRETAÇÃO E CONTRA O PALMEIRAS.
    POR MUITO MENOS ANULARAM O GOL DO OBINA NO JOGO COM O FLU
    AGORA OS CARAS FAZEM O QUE QUEREM NO PALESTRA E TA TUDO CERTO.
    NÃO CONCORDO COM O DANILO NÃO ,
    MAIS APOS MANUEL TER CHINGADO A MÃE DELE.
    ELE DEVIA TER CHAMADO O MANUEL DE LORINHO DOS ZOIÔ VERDE.KKKK
    POREM SE O JUIZ MARCASSE A FALTA QUE FOI E OLHA QUE NÃO FOI SOH UMA VEZ..
    TERIA EVITADO TUDO ISSO.
    NINGUEM ME TIRA DA CABEÇA QUE E A JUIZADA QUE IRRITA O PALMEIRAS EM CAMPO
    NÃO MARCANDO AS FALTAS NA CARA DELE
    O CARA SOFRE FALTA TODA HORA MAIS O JUIZ FINGE QUE NÃO VÊ.
    DAI O JOGADOR QUE NÃO TEM SANGUE DE BARATA FICA NERVOSO VAI E REVIDA.

    TEM QUE BANIR DO FUTEBOL
    O JOGADOR CAVALO QUE QUER LEVAR TUDO NO PEITO. JUNTO COM O JUIZ LADRÃO.
    E O DANILO TEM QUE SER PUNIDO PELA CUSPIDA NA CARA ( MUITO NOJENTO ESSO),
    EU JA ESTOU DE SACO CHEIO DOS JUIZES QUE SEMPRE ROUBAM A GENTE.
    PÔ MAIS O CARA BATEU DESDE O COMEÇO DO JOGO E NÃO FOI EXPULSO .

  6. Pelo cuspi não e sim por chamar ele de macaco

  7. Pelo cuspi não e sim por chamar ele de macaco

    E como dissem o cuspi seria nojento se fosse do Manoel… mas do danilo não é nojento deve ser uma delicia ser cuspido por ele


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: