Publicado por: Blog do Trio | 12/04/2010

Mudanças no Estatuto?

Nação Corinthiana,

Há algumas semanas, foi noticiada na imprensa a formação de uma comissão dentro do Corinthians, a fim de reformar o estatuto do clube, que entrou em vigor em 23 de Setembro de 2008.

Tendo em vista que a informação foi divulgada sem maiores detalhes, surgiu o temor de que tal comissão seria um expediente para revogar uma das importantes mudanças provocadas pelo estatuto: o fim do continuismo na direção do clube.

Neste sábado, estive no Parque São Jorge e pude questionar Carlos Senger, presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians, a respeito do assunto.

Senger informou que não se trata de uma reforma ao estatuto, visto que não haveria mudanças estruturais no mesmo. Neste passo, o trabalho da comissão seria o de realizar uma revisão do texto estatutário, a fim de organizá-lo de maneira mais harmônica, bem como extirpando certos equívocos e “aberrações”.

Quando questionado a respeito de uma possível alteração no processo eleitoral do clube, com o retorno do instituto da reeleição, Senger assegurou que tal matéria não seria objeto de modificação pela comissão, sendo classificada como verdadeira “cláusula pétrea”.

No direito constitucional, cláusulas pétreas são disposições não podem ser modificadas através de emenda. Desta forma, ao fazer tal analogia, Carlos Senger deixou claro que a norma que trata da impossibilidade de reeleição do presidente do clube (artigo 108, § 2º do estatuto) é imutável.

Como associado do Corinthians, este blogueiro foi convidado pelo presidente do Conselho Deliberativo para colaborar junto à comissão, analisando possíveis mudanças que se façam necessárias no texto estatutário.

Desta forma, estendo o convite aos leitores do Blog do Trio, deixando este espaço livre para que leiam o estatuto do Corinthians e apresentem sugestões de alterações que entendam como pertinentes para torná-lo cada vez melhor.

Estatuto do Sport Club Corinthians Paulista

E, como sempre, estaremos de olho para nos certificarmos de que a palavra dada seja imutável.

Tal como as cláusulas pétreas.

fabiosallum.blogdotrio@gmail.com

http://twitter.com/FabioSallum

http://www.formspring.me/FabioSallum

Anúncios

Responses

  1. Infelizmente nosso estatuto não vem sendo cumprido a tempos e justamente pq o nosso presidente do CD não faz cumprir as normas estatutárias. Na última reunião até conselheiro expulso do clube entrou na sala de reunião se alguns associados não estivesse lá, o tal cidadão ia participar da reunião e pra piorar talvez iria até votar, pq o nosso CD a grande maioria dos membros são ”OMISSOS” inclusive o presidente do CORI ( A.R.C ) que só faz oposição através da imprensa, na hora do vamos ver ele nunca esta na reunião. Se alguns estão com ideia de alterar o estatuto para voltar com o continuismo estão totalmente enganados pq nós associados não permitiremos mais reeleição no PSJ, e pra fazer valer alteração terá que ser aprovado em AG pelo que estou acompanhando os sócios não querem mais ditadura no clube.
    Da próxima vez que vc falar com o Senger pergunte a ele: O pq ele aceitou todas as justificativas relativa aos conselheiros irregulares?Pq ele não cumpriu o estatuto onde ele teria que chamar as partes envolvidas para comissão de ética?
    Na boa o Dr Carlos Senger tem que se aposentar dar o lugar pra outro que tem mais vontade e atitude, o Dr Alexandre Husni por exemplo talvez seria um nome relevante.
    abs

    Fábio Sallum: Tico, os associados têm a obrigação de fiscalizar os atos de nossos conselheiros, cobrando posturas enérgicas do presidente do Conselho Deliberativo.

    Entretanto, devem fazê-lo de forma civilizada, sem praticar a velha técnica do “apavoro”.

    Conversei com o Senger sobre essa questão nas reuniões do Conselho, apresentando sugestões para que houvesse maior fiscalização a respeito dos presentes no Salão Nobre do clube.

    Não podemos permitir a volta do continuismo. Bem como devemos cobrar o efetivo cumprimento do estatuto.

    Quando encontrá-lo novamente, vou apresentar seus questionamentos.

    Abraços!

  2. Nosso ESTATUTO atual oferece-nos a oportunidade de continuarmos a nos modernizar. É dinâmico e harmônico com as necessidades deste “tempo novo” no CORINTHIANS. Embora alguns tentem ahcar “pelos em ovos”, a verdade é que atualmente caminhamos a passos largos para o “éden” que merecemos. VAI TIMÃO!!!…

    Fábio Sallum: Danilo, eu não entendi até o momento quais são as mudanças que a tal comissão pretende realizar no estatuto do Corinthians.

    Aliás, ninguém no clube soube me responder de forma clara.

    Estaremos de olho no trabalho da comissão e ajudaremos no que for preciso, desde que seja em prol da democracia e do desenvolvimento do Timão!

    Abraços!

  3. Parabenizo você Sallum por essa atitude, de ter aceito o convite. Espero que encare como uma grande oportunidade que lhe foi dada, e também uma chance preciosa de ajudar o Corinthians. Garanto que muitos gostariam de estar em seu lugar, embora a sua responsabilidade seja muito grande.
    Afinal você com essa atitude, está enfiando a mão na massa, e comprometendo-se com o resultado final do que for aprovado.
    Como dizia um amigo do interior, “irradiar jogo é muito mais fácil do que jogar”.
    Como sugestão, tente acabar com esse monte de sócios isentos e inadimplentes, que segundo dizem são muitos.
    E lute para fazer valer, o que está escrito no estatuto, principalmente com as punições pevistas a sócios que jogam o nome do clube na lama. Essa é pétrea.
    Um abraço, boa sorte, e parabéns.

    Fábio Sallum: Thiago, obrigado pelo apoio e pelo incentivo.

    Pode deixar, vou levar todas as sugestões apresentadas ao Conselho.

    Abraços!

  4. Caro amigo,
    Faz parte do próprio processo democrático moderno, a revisão das leis de tempos em tempos.
    No caso do Estatuto atual, todos nós estavamos preocupados, quase que exclusivamente com as cláusulas ligadas ao voto direto e o veto à reeleição.
    Alguns detalhes, realmente nos passaram despercebidos. Nada que dificulte a administração do clube, mas são correções que precisam ser feitas.
    No mínimo, ao permitir que qualquer um de nós apresente uma sugestão de emenda, nos trás a certeza de podermos ser parte integrante deste processo democrático, que mais uma vez é liderado pelo Corinthians.

    Fábio Sallum: Parisi, amigo.

    É bom ver que o clube permite essa possibilidade de que o associado – das formas corretas e pacíficas – participe de mudanças estruturais e importantes para a instituição.

    Pra variar, é o Corinthians ensinando lições de democracia aos outros.

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: