Publicado por: Blog do Trio | 17/03/2010

Morumbi 2014 – Mais um capítulo da novela

Nação Tri-Mundial,

Tivemos nessa semana mais um capítulo da novela Morumbi 2014.

O Morumbi foi vistoriado por 3 secretários da FIFA, Srs. Carlos Corte, Fúlvio Danilas e Jay Neuhaus.

Os 3 foram acompanhados de arquitetos da GMP que trabalham no projeto do estádio.

Ninguém emitiu qualquer juízo de valor. Entretanto, especula-se que gostaram do projeto apresentado, principalmente quanto ao rebaixamento do gramado.

Enfim, mais um capítulo da novela.

Novela com muito fala-fala, que já está perdendo audiência.

Sobre essa questão do Morumbi, não me arrisco mais a dizer nada.

Só resta mesmo esperar!

As informações são do Blog do jornalista Marcello Lima, cuju post completo segue abaixo:

Comissários da FIFA vistoriam Morumbi e Maracanã

O São Paulo recebeu hoje no estádio do Morumbi a visita de 3 comissários da FIFA: Carlos Corte, Fúlvio Danilas e Jay Neuhaus.

Os três vistoriaram todas as dependências do estádio e da parte social onde o clube pretende construir o setor de hospitalidade para os convidados Vips.

Acompanharam os comissários na vistoria, Adalberto Batista (diretor de marketing do São Paulo), José Francisco Mansur (representando o comitê Paulista) e os arquitetos da GMP que trabalham no projeto do estádio.

Os comissários não emitiram muitas opiniões, mas, gostaram do que ouviram dos arquitetos da GMP sobre o rebaixamento do gramado e a aproximação do setor intermediário (menos o setor Azul).

Outro ponto elogiado foi à parte social do clube onde ficará o centro de Hospitalidade.

A visita começou às 10h30min e acabou por volta das 16h00 horas quando os comissários seguiram para o Rio de Janeiro.

Os arquitetos da GMP diante do que ouviram, esperam aprimorar o projeto que será apresentado no dia 15 de Abril, para que finalmente o estádio tenha o aval da FIFA para receber no mínimo jogos até a semifinal da Copa de 2014.

Apenas os estádios do Morumbi e do Maracanã (candidatos a abertura e encerramento da Copa) foram vistoriados pelos 3 comissários da FIFA.

A diretoria do São Paulo esteve em Brasília nesta semana para resolver com o BNDES o empréstimo para as reformas do Morumbi.

O banco exige um intermediário para fazer o empréstimo ( outro Banco como repassador do dinheiro) o São Paulo ainda tenta fazer o negócio diretamente (com juros mais baixos), mas, já tem acerto com um banco privado caso não haja alternativa.

O governo Paulista vai aproveitar a linha de crédito aberta pelo BNDES para a reforma do Morumbi e que não será usada pelo São Paulo, para as reformas do entorno do estádio.

Ficou acertado com o BNDES que o clube pegará um empréstimo de 150 milhões de reais e o Governo Paulista 250 milhões.

Como a linha de crédito oferecida pelo BNDES é uma só (para o clube e Governo), é preciso esperar a formalização da carta proposta do Governo de São Paulo para que todo o dinheiro seja liberado de uma só vez.

Pela lei, por ser um ano eleitoral, o Governo Paulista tem até o dia 3 de Junho para enviar a carta proposta ao BNDES.

A caixa econômica Federal abriu uma linha de crédito para os governos e prefeituras das 12 sedes da Copa usar nas reformas de infra-estrutura das cidades e acessibilidade aos estádios.”

 

Aurélio Camargo

aurelio.camargo@blogdotrio.com.br

Siga Twitter: http://twitter.com/aureliocamargo

Anúncios

Responses

  1. A copa tem que ser no Caninde!!!!
    Daaalhe Lusa!!

  2. Legais as informações.
    Como ficarão as arquibancadas com o rebaixamento do gramado?

  3. Quando se fala em construir uma nova arena e esta ser passada ao Corinthians, todo mundo mete a boca.

    Quando se fala que o governo vai ajudar o morumbi, ai todos aplaudem.

    Muita hipocrisia mesmo.

  4. 18/03/2010Morumbi se apóia em matriz de responsabilidade para ter Copa

    O documento firmado recentemente pelo governo federal, governos estaduais, prefeitos das cidades-sedes e representantes dos estádios definiu quais serão as obrigações de cada um dos envolvidos na realização do Mundial de 2014.

    No caso do Morumbi, a matriz de responsabilidade foi assinada pelo presidente da república Lula, o governador de São Paulo José Serra, o prefeito paulistano Gilberto Kassab e o presidente do SPFC Juvenal Juvêncio.

    Os investimentos no estádio são-paulino e na infra-estrutura chegam a R$ 3,1 bilhões.

    A parte que cabe ao São Paulo é de R$ 240 milhões que serão usados na arena para atender as exigências da FIFA. Os três governos investirão a parte mais pesada de dinheiro na chamada mobilidade urbana: sistema hoteleiro, metrô, obras viárias e um trem que levará o torcedor até a porta do estádio.

    Ao todo, nas 12 cidades-sedes, serão aplicados R$ 19,5 bilhões.

    O raciocínio me leva a crer que com todo o investimento prometido, o Morumbi vai receber alguns jogos do Mundial de 2014. O São Paulo FC também pensa assim.

    Na outra ponta destoa Jerome Walcke, secretário da FIFA, inimigo número 1 do projeto do tricolor e defensor da construção de um novo estádio.

    Por Leandro Quesada às 14h23


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: