Publicado por: Blog do Trio | 14/03/2010

Santos 3 x 4 Palmeiras

Nação Palestrina,

Quem dança por último, dança melhor.

Acabou o bailinho dos “Meninos da Vila”.

Eles esqueceram que não estavam enfrentando o São Paulo ou o Corinthians.

Era o Palmeiras, time que tem enorme vantagem nos confrontos diretos com o Santos, inclusive na época de Pelé e tudo.

Vencemos esse duelo mais vezes na Vila Belmiro do que eles próprios: 41 x 35.

O começo do jogo foi equilibrado, com duas bobagens nossas e 2 x 0 no placar para eles.

Daí a reação foi fulminante.

3 minutos e empate no placar.

Intervalo e a alegria parecia ter ido embora (do lado deles, rs.).

Veio a virada, com Diego Souza, e aí a música desandou de vez.

Acabaram os toquinhos de efeito, os risinhos de canto de boca, as pedaladas, etc…

O Santos reagiu bem ao gol e passou a jogar sério, querendo ao menos o empatar.

E ele veio numa bela enfiada de Paulo Henrique, que, na minha opinião, é mais jogador que Neymar.

3 x 3 e parecia que ficaria bom para todos.

O Santos manteria a sua invencibilidade e o Palmeiras não perderia para o “temido” time da Vila.

Foi então que ele, o injustiçado Robert, escreveu a mais bela e recente página do futebol brasileiro.

Com um lindo chute (que se fosse de Ronaldo seria considerado sobrenatural) fez o gol da vitória.

A alegria acabou de vez.

Neymar deixou de sorrir para ranger os dentes e calçar Pierre, resultado: rua.

Robinho colocou o dedo na cara do juiz, reclamou acintosamente e nada foi feito.

Ainda bem, pois se fosse expulso, como merecia, o riso daria lugar ao choro, não pela derrota, mas pela arbitragem.

Arbitragem essa que foi perfeita, exceção ao cartão amarelo dado a Eduardo e à não expulsão de Robinho.

O Palmeiras mostrou que com essa camisa não se brinca.

Os jogadores foram honrados, determinados, e entraram em campo para mostrar que não estamos mortos.

Nossa torcida tem que deixar de perseguir Robert e Armero.

Hoje ficou evidente que têm personalidade para jogar em nossa equipe.

Parabéns a Antonio Carlos que soube armar e acalmar a equipe depois dos 2 x 0.

Não sei o que dizer aos santistas, mas se estivesse em um show e fosse pedir uma música, acho que sugeriria a eles dançar o vira, com direito a bis. 

guilherme.mendes@blogdotrio.com.br

http://twitter.com/guirmmendes

Anúncios

Responses

  1. Atenção Ministério Público e Conselho Tutelar: denúncia de pedofilia na Vila Belmiro: ferraram com a molecada!!!
    E não é que o Palmeiras ensinou a lição? Cadê o circo? Até o descontrolado e MOLEQUE do Neymar expulso do “circo” foi. E só não foi também o espertão das pedaladas porque o juiz não teve vergonha na cara e admitiu todos os chiliques dele em campo. Vida que segue e está aí provado a quem quiser ver que o Naviraiense ou mesmo São Paulo e Corinthians (focados na Libertadores) não podem ser parâmetro de time de verdade e inteiro para engraçadinho nenhum chapelar com bola parada e afins.
    Crucificaram o Chicão por aí só por quê ele reclamou, mas não partiu pra agressão. Enquanto isso, o moleque dizia que tinha que ser protegido. Hoje o rapaz do Palmeiras soube marcar bem ele e ele saiu na pancada. Será que o Neymar vai falar que foi porque deu vontade?

    Caro Diogo,

    Acho que se ele falar isso, vai ouvir do juiz que também teve vontade de expulsá-lo. Rs.

    Abraços………..

    Guilherme Mendes.

  2. Vejam só o que disse Diego Souza após o clássico:

    “Tivemos personalidade, coragem e viramos contra a equipe invicta e que, quando está ganhando, menospreza. Pagaram pela atitude que nós tivemos. É uma equipe talentosa a do Santos, mas a do Palmeiras foi mais aguerrida. Tivemos uma vitória brilhante, que nos encoraja mais”, disse Diego Souza, que cobrou postura diferente dos santistas.

    “Tem que ter o respeito sempre, porque lá na frente a coisa muda. A gente vê uma entrevista do Neymar dizendo que deu chapéu no Chicão porque deu vontade… eles fazem o que querem. Futebol não é assim”, afirmou o meio-campista.

    Questionado sobre a dança que os jogadores do Palmeiras fizeram após os gols, Diego afirmou que não se tratava de menosprezo ou vingança . “Dancinha é normal, não pode é dentro do jogo subestimar, passar o pé, fazer graça, porque futebol dá muitas voltas.” (ver no site ESPN)

    E o cara nem precisava ter dito tudo isso. Afinal, saiu vitorioso… Pelo visto, a imprensa imediatista e o anti-corinthianos de plantão não estavam tão certos assim quando criticaram a postura do Chicão. Os esportistas que o digam.

    abraços,
    Priscila

  3. Só não entendi a relação que você fez do jogo com o Corinthians e o São Paulo.

    Você olhou o retrospecto desses dois times, contra o Santos, antes de falar o que falou?

  4. Guilherme,
    É o seu Palmeiras tem que ficar feliz mesmo. Até porque nesse primeiro semestre esses dias serão rarissímos.
    Para o meu querido Santos fica a lição: Temos que liquidar rapidamente a fatura é enfiar 3, 4 , 5 de uma vez, sem dar chance pro azar, pois até os times que apresentam um futebol medíocre podem vencer o Futebol Arte, afinal o futebol, na atualidade, vem resumindo a “belas” jogadas aéreas, como ocorreu ontem.
    Enfim, o baile ainda não acabou, pena que o Santos não terá a chance de chamar novamente o Palmeiras pra dançar nesse campeonato, porque a lenha que tinha pra queimar, foi queimada ontem….rsrrs
    Saudações Santista…..
    Ailton.

    Ailtão,

    Só posso dizer que o freguês tem sempre razão. Rs.

    Abraços……….

    Guilherme Mendes.

  5. O Pierre recebeu licença para bater.

  6. E a eterna necessidade de falar do Corinthians!!!!

    GUIIIII…. quem foi eliminado no paulistão por quem na fase de mata-matas ano passado??? POOOOOW RELEMBRA AÍ? Como foi mesmo? Ahh lembrei, a porcada perdeu feio pros lambaris, que por sua vez, treeemeuuuuu tanto na vila qnto no Paca diante do Fofomeno!

    Mas de fato, parabéns ao Palmeiras, finalemnte todo mundo notou que o time do Santos eh de muleke mesmo (no pior sentido)… Até eu, confesso, me senti vingado com a dança de ontem! E que venha de novo o quadrangular final!

    Abraços!

    Caro Felipe,

    Vamos ver se conseguimos entrar entre os quatro.

    Abraços…………

    Guilherme Mendes.

  7. Fala MENDÃO, essa foi a hora exata de separar os meninos dos homens.
    Um abraço

    Caro Luiz,

    Isso não era brincadeira para criança. Rs.

    Abraços………..

    Guilherme Mendes.

  8. O complô contra o Santos existe é fato!! Vi até corinthiano torcendo pro Palmeiras nesse domingo. há que ponto a inveja nao chega? parece que ganharão o campeonato, nunca vi tanta festa por uma vitória contra o Santos. Depois dizem que nosso time é pequeno, e estão com medo de nós porque então? ALÉM DE SERMOS INVEJADOS IMPOMOS RESPEITOOO…

    SANTOOS SEMPRE SANTOOS….

    “Cara Jhenyffer,
    Complô, no meu entender, é uma coisa maior, orquestrada, tendenciosa, dirigida para prejudicar o Santos.
    Não houve isso. O que aconteceu foi uma “felicidade” comum a todos os clubes, rivais ou não, por termos ACABADO com a gracinha que os “Meninos da Vila” vinham fazendo.
    Não tenho nada contra o Santos. É o maior da baixada e o berço do maior jogador do mundo de todos os tempos.
    É um time simpático que não faz mal pra ninguém.
    Frequento muito a cidade e te digo que Santos, Jabaguara e Portuguesa Santista moram no meu coração.
    Abraços………..
    Guilherme Mendes.”

  9. Cara Jhenyffer,
    Te digo o mesmo que disse no post do cervo tricolor:
    Vá pilotar um belo fogão, ou encarar um tanque cheio de roupas que vc ganha mais, minha filha!
    Jair Nogueira, o torcedor que encanta as mulheres com sua mangueira.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: