Publicado por: Blog do Trio | 11/03/2010

Cadê elas?

Nação Palestrina,

Cadê as árbitras e auxiliares que fizeram tanto sucesso no futebol paulista e brasileiro nos últimos tempos?

Coincidência ou não, o fato é que depois que o Coronel Marinho assumiu a Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol a participação feminina nos gramados diminuiu bastante.

A árbitra Silvia Regina se aposentou.

A bandeirinha Ana Paula Oliveira foi reprovada no teste físico do último Paulistão e sumiu do mapa.

Figuram ainda no Campeonato Paulista as auxiliares Aline Lambert e Maria Eliza Barbosa.

Inovação em um primeiro momento, a participação das mulheres no apito não trouxe grandes ganhos para a arbitragem de forma geral.

A meu ver, a única vantagem obtida foi a conquista de mais um espaço para as mulheres, em um mundo predominantemente constituído por homens.

No que se refere à parte técnica, verificou-se que as mulheres erram tanto ou mais que os homens.

Homem x Mulher

A participação das mulheres na arbitragem acirrou ainda mais esse “duelo”.

Qualquer erro das árbitras ou assistentes é motivo para manifestações machistas e hostilização.

Por outro lado, como neste país tudo é motivo para as mulheres tirarem a roupa, a realização de ensaios fotográficos sensuais, diminuiu a credibilidade do trabalho desenvolvido, até então, por aquelas que realmente queriam viver da arbitragem.

Pude testemunhar um pouco dessa “distorção” num curso sobre táticas ministrado pelo Mestre Vanderlei Luxemburgo.

Ao chegar à sala, vi, ao fundo, um grupo com aproximadamente 20 moças, com idade média entre 17 e 18 anos, todas bem vestidas, maquiadas, e então perguntei a um funcionário de onde vinham e quem eram.

Ele me respondeu, em tom de brincadeira, que eram alunas da escola de arbitragem, mas não sabiam a diferença entre uma bola de futebol e de beisebol.

Fiquei chateado com aquela superficialidade, pois sei que há mulheres realmente interessadas em seguir carreira no futebol, mas fazer o quê?

Hoje a Federação Paulista conta com três árbitras em seu quadro, são elas: Edilar Maria Ferreira, Katiucia da Mota Lima e Regildênia de Holanda Moura.
Torço por elas e espero que realizem um bom trabalho e assim melhorem o nível da arbitragem de São Paulo, atualmente uma das piores do país.

guilherme.mendes@blogdotrio.com.br

http://twiiter.com/guirmmendes

Anúncios

Responses

  1. E tu, gostas da fruta?

  2. AE MANO CE NUM FALA DO PALMEIRAS PQ??

  3. Ragazzo, non voglio saber questi putanas!!

    Parla di nostro Palestra, cazzo!!!

    Capisce??


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: