Publicado por: Blog do Trio | 19/02/2010

O maior dos erros

Nação Palestrina,

A cada dia que passa, Belluzzo me decepciona mais.

Ontem, acabou de cometer o maior dos erros de sua gestão.

O primeiro foi demitir o Mestre Vanderlei Luxemburgo no meio do Brasileirão do ano passado.

Daí em diante houve uma sucessão de novos erros, culminando com a demissão de Muricy.

Todos sabem a minha opinião sobre o treinador, objeto, inclusive, de minha homérica discussão com Maurício Noriega, quando do lançamento de seu livro acerca dos maiores treinadores do futebol brasileiro.

Muricy é limitado.

Mas, no momento, era a melhor opção no mercado.

Demiti-lo, além de um ato de burrice, é uma demonstração da anarquia programática que toma conta de nosso Departamento de Futebol.

Nenhum clube sério demite um treinador no meio de uma temporada.

Se é verdade a suspeita de que os jogadores queriam derrubar Muricy, mais um motivo para mantê-lo, fazer uma “limpa” no elenco e começar do zero.

Não podemos ser reféns de atletas!

Hoje, sem exceção, todos os clubes do Brasil estão vulneráveis aos desejos dos jogadores.

Até quando isso vai durar?

Teorias da conspiração à parte, erro ainda maior que demitir Muricy é contratar Antônio Carlos Zago.

De zagueiro técnico e refinado, o ex-jogador passou a ser referência quando o assunto é polêmica.

A primeira foi a indisciplina ao dar uma cotovelada em Válber.

Depois veio o episódio de racismo envolvendo o volante Jeovânio, do Grêmio.

Isso lhe rendeu a perda da oportunidade de treinar o Vasco da Gama, quando foi honrosamente repelido pela torcida, em virtude do gesto supostamente racista.

Na sequência, veio a polêmica envolvendo as “festinhas” de Ronaldo. Note- se, nessa altura Antônio Carlos era Diretor Técnico do Corinthians.

Por fim, vem a nenhuma experiência como treinador.

Teremos um técnico que, como atleta, não era exemplo de disciplina; como homem, foi acusado de racista; como treinador, nunca ganhou nada e, como dirigente, era corinthiano.

Precisamos de mais algo para fracassar?

guilherme.mendes@blogdotrio.com.br

http://twitter.com/guirmmendes

Anúncios

Responses

  1. Guilhermão, parabéns por reconhecer q se enganou e parabéns também pelo post… Concordo com td q vc postou… o muricy é um técnico limitado e medroso mas no mercado, quando demitiram erradamente o Luxa, não tinha outro… talvez o ideal fosse manter o Jorginho, mas…
    só não concordei com vc falar q o Antonio Carlos era corinthiano como dirigente pq acho q ele só defendia quem pagava o salário dele mas não tinha afinidade nenhuma com o clube… só com o presidente…
    mas a coisa tá nebulosa pro lado de vcs hein… não vejo futuro no A.Carlos como técnico de time grande não… vamos ver…
    Abração
    Saudações Corinthianas!!!!!!!!

    Caro Wagner,

    Também não vejo. Quanto à questão do Corinthians não tenho dúvida de que ele vai pro lado de quem paga mais. Só disse isso, pois, querendo ou não, a única experiência foi no Timão.

    Abraços………..

    Guilherme Mendes.

  2. Vou rir de vocês de camarote!

  3. Fala Guilherme! Bom primeiramente eu fico triste com a demissão, acho que episódios como o de quarta ainda poderiam se repetir mais vezes! rsrsrs

    Mas brincadeiras a perte, apesar de nada ter a ver com isso, achei um absurdo o que estes jogadores (a exceção dos poucos e bons de sempre, que ainda tem caráter) fizeram! Ao meu ver aquilo foi uma entregada vergonhosa que vai rolar por muito tempo nas lembranças do Palmeiras… A diretoria contata o Zago dias antes, e o time tem que fazer aquela baixaria justamente diante do São Caetano que era comandado por Zago? É fato que o SC jogou muito, mas é inegável que a maioria dos jogadores não queriam chegar na bola. Isso mostra o nível dos jogadores do nosso país, pois, apesar de ser Corintiano, estamos todos no mesmo barco, como vc mesmo disse, refém de homens sem caráter que se dizem atletas!

    Lamentável para todos nós….

    Abraços

    Caro Felipe,

    É realmente isso. Mas pergunto: o que podemos (clubes) fazer?

    Abraços………..

    Guilherme Mendes.

  4. Faço uma correção: como dirigente do Todo Poderoso Timão, ajudou a montar o atual elenco corinthiano, campeão da Copa do Brasil (2009) e campeão invictou do Campeonato Paulista (2009). Ter participado do processo de reconstrução da equipe corinthiana é o único e grande mérito do recém-contratado técnico do Palmeiras – conforme muito bem lembrado pelo jornalista PVC, hoje, sexta-feira, no Bate-Bola primeira edição.

    saudações alvinegras,
    João Augusto

  5. É isso aí Guilherme, voce tem toda razão com relação à demissão do Muricy, não era a hora!Também concordo com a limpeza, no caso de pressão de jogadores!!!
    Um abraço,
    Jorge

  6. meu amigo guilherme, sou corinthiano, mas gostaria de dar uns pitacos sobre seu time. O maior erro do belluzzo foi ter contratado o muricy, além de ter mandado o luxa embora. O muriça é o rei do chuveirinho, seu time não joga bola, só alça para a área. No spfc só tinham uma jogada, o hernanes pedalava e cruzava, sua vantagem era q ele é ambi-destro, isso confundia os marcadores. No “seu” palmeiras isso não foi possível, já q o clayton xavier nem sempre conseguia por na cabeça dos atacantes e o diego souza não tem esse estilo. Os zagueiros do palmeiras são fracos e o centro avante não é um primor. Mas agora com o “tonhão” vocês vão ver, o time vai por a bola no chão, jogar simples, com “duplas”, ou seja, dois zagueiros, dois volantes, dois meias e dois atacantes, e com a bola no chão.
    O muricy inventa demais, wendel de lateral esquerdo, três volantes sem saída de bola… é só olhar para categoria de base q acha algumas opções, o time da copinha não era bom?
    O palmeiras precisa simplificar, contratar jogadores para as posições carentes, não precisa ser craque, ou vir da europa custando milhões, é só ver, a base do timão campeão no ano passado foi montado em 2008 com jogadores bons, bem garimpados pelo antonio carlos, só agora q foram buscar um monte de medalhões q engessou o time. O marquinhos q foi pro santos serviria como uma luva pra vc’s, é melhor q o lincoln e mais barato, ainda tem o flavinho no barueri, q ninguem buscou.
    Oh, se vc quiser a gente repassa o souza, e ainda paga metade do salario.
    Não precisa agradecer somos co-irmãos, pena q o bill já foi embora, senão…

    Caro Fábio,

    Endosso INTEGRALMENTE as suas palavras.

    Agora só nos resta torcer para ver se ele faz isso que você projetou.

    Abraços………..

    Guilherme Mendes.

  7. O futebol é empresa e se nao ganha nao dará lucro e nem venderá patrocínio.
    O que o futebol empresa hoje explora para ganhar dinheiro é o coração dos torcedores.
    Se os torcedores entrarem na lógica da empresa só irão aos estádios se o time ganhar e só comprarão camisetas se elas forem usadas pelos atletas que hoje são tão midiáticos quanto os cantores e atores.
    Todo o discurso ético do Beluzzo falhou no futebol empresa, porque as empresas seguem a cartilha do lucro e lucro nao tem ética ou quando muito usam a ética, quando convem paral justificar o lucro.
    Por isso o Muricy foi demitido e como é também artista em breve será contratado por outro time para que gere lucro.
    Tenho um amigo que diz que o futebol é para bandido, bonzinho não tem vez. Acho que começo a concordar com ele.

    Caro Victor,

    Acredito que Belluzzo não agiu nem como empresário, nem como dirigente, por isso fracassou.

    Abraços…………

    Guilherme Mendes.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: