Publicado por: Blog do Trio | 22/01/2010

Paulo César 2 x 2 Palmeiras

Nação Palestrina,

Aquele ditado que diz ano novo, vida nova, não vale para o Palmeiras.

2010 começou como terminou 2009: com “erros” grotescos da arbitragem em nosso prejuízo.

Ainda não sabemos se jogamos contra o Grêmio Barueri, Prudentino, Pres. Prudente, etc…mas temos a certeza que esse time incógnito não contribuiu tanto para o resultado quanto Paulo César Oliveira.

E não é de hoje que ele vem colaborando para resultados.

Dolosa ou culposamente, o árbritro da FIFA e da FPF é um desastre.

Mais uma vez fomos garfados e não podemos falar nada.

Recebi mensagens de amigos dizendo que o Palmeiras não tem moral alguma. Que todo mundo faz o que quer com nosso time e sobra tempo.

Mas o que é ter moral? É ser beneficiado pela arbitragem?

Se for isso, prefiro ficar desmoralizado mesmo.

É incrível como a cultura de que o grande, o rico, o vencedor, pode ser beneficiado sem que haja indignação.

É quase que uma consequência natural.

A lei é para todos. É para ser cumprida, sem que olhemos camisas e público nos estádios.

Erros acontecem.

No ano passado fomos prejudicados e beneficiados, tudo certo.

O que mais me espanta e preocupa é o tipo de erro que o Palmeiras tem sido vítima.

Será que todos os erros grosseiros devem acontecer conosco? Coincidência, né?

Bom, mas não vou falar mais nada sobre isso….não ainda mesmo…

Em relação ao que realmente queremos ver, o futebol, o Palmeiras não fez uma boa partida.

Alías, na minha opinião, o empate foi um resultado justo.

Diego salvou a pátria, mas teve uma atuação apagada.

Armero vai muito mal na marcação. Mais um vez sofremos um gol graças a seu erro de posicionamento.

Falta presença no ataque e mobilidade do meio para frente.

Nossos laterias até aparecem para o jogo, mas não temos ninguém que conduza a bola em direção ao gol.

Diego fazia isso quando estava no meio, mas agora, enfiado entre os zagueiros, ficou difícil.

Nosso resultado não foi ruim, principalmente pelas circunstancias em que ocorreu.

Devemos vencer o Ituano e nos manteremos na ponta.

No Palestra a história será outra.

Por fim, para que não nos achemos “privilegiados” pelas atuações de Paulo César, um aperitivo para vocês:

guilherme.mendes@blogdotrio.com.br

http://twitter.com/guirmmendes

Anúncios

Responses

  1. O Juiz já tem um histórico de erros contra o Palmeiras, mas…realmente não dá pra aguentar o Armero. Desde a Libertadores do ano passado o cara já não vem bem e mostra-se um jogador que não pensa e não tem habilidade, apenas pulmão. É questão de tempo para ele sair…(Vêm logo Gabriel Silva). E no mais faltam 2 atacantes e um meia…quem virá? Eu gosto do Kléber Pereira. Muito melhor que qualquer um que poderá a vir…o cara é artilheiro, perde alguns gols, mas veja o Kléber ontem no jogo do Cruzeiro, fez 3 e perdeu 3. Tá bom né!?

    Caro Rafael,

    Concodo que ele seria um bom nome.

    Abraços………..

    Guilherme Mendes.

  2. Por que vcs não falam sobre o “escândalo” que é o DS jogar, mesmo após a briga com o domingos (não se esqueçam que ele voltou do vestiário para brigar)??? Ninguém fala que no jogo passado a falta que originou o primeiro gol do palmeiras não existiu… Realmente, ano novo, vida velha…. vocês só enxergam o seu lado!!!

    Caro João,

    O que me preocupa é o tipo de erro que somos vítimas.

    Abraços………..

    Guilherme Mendes.

  3. O erro foi total de Paulo Cesar de Oliveira, entendo que tentou jogar a culpa em seus assistente quando acintosamente correu em sua direção dando a entender que a decisão dependeria dq o assistente apontasse.

    Vejam bem o lance, após a bola bater na trave volta e um defensor dá toque para o cobrador do penalti Tadeu que estava na marca penal tendo a seu lado o árbitro.

    O assistente voltava para a lateral em que trabalhou, portanto, lance de responsabilidade direta de Paulo Cesar de Oliveira.

    zamperetti fiori

    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

    EM TEMPO:

    O Homem das Mil e Uma Utilidades e presidente da CEAF-SP, ao meu entendimento cometeu injustiça suspendendo o assistente.

    Seus comandados na comissão que foram arbitros deveriam pedir demissão caso fossem decentes, defensores da verdade e classistas verdadeiros.

    Todos querem o puder, ou, estarem proximos dele.

    Caro Euclydes,

    Essa relação entre árbitros e bandeiras ao invés de ter cumplicidade, acabou virando um jogo de empura.

    É uma pena, pois quem perde é sempre o futebol.

    Abraços…………..

    Guilherme Mendes.

  4. CORREÇÃO:

    Quiz diser seu assistente e não seus.

    abraços
    zamperetti fiori


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: