Publicado por: Blog do Trio | 15/01/2010

Aperitivo do Paulistão!

CORINTHIANS 3 X 0 HURACÁN

Nação Corinthiana,

Ontem a Fiel teve seu primeiro encontro do ano com o Timão. E, ao que parece, deverá se acostumar a ver esta equipe na maioria dos embates no Campeonato Paulista.

O amistoso da tarde desta quarta-feira prometia ser tranquilo, diante de um adversário de pouca expressão e praticamente desmotivado.

As grandes vedetes da partida – Roberto Carlos, Danilo, Tcheco e Iarley – acabaram vetados pelo técnico Mano Menezes, frustrando anunciantes, imprensa e torcedores. Mas isso não os impediu de serem apresentados aos corinthianos, sendo contagiados pela alegria que emana das arquibancadas.

Mesmo assim, a torcida compareceu em bom número no Pacaembu, especialmente para o último encontro com o agora Senhor Centenário: Marcelinho Carioca.

Mas quem esperava um gol de falta do Pé-de-Anjo teve que se contentar com sua atuação apagada. E com umas jogo preso, sem muitas chances de gol para o Corinthians. O Huracán sequer, por sua vez, sequer deu trabalho a Felipe.

Quem diria que seria a tarde de Souza, que marcou um belo – e improvável gol – aos 33 minutos do primeiro tempo? Que Morais, que tanto frequentou o departamento médico em 2009, ampliaria o placar? E que Escudero não receberia nenhum cartão amarelo?

No intervalo, não houve fogos ou placa. Marcelinho fez a festa sozinho com a Fiel. Mestre no marketing pessoal, pulou no alambrado e fez os discursos de sempre, que dividem boa parte da torcida.

- Eu amo essa nação corintiana. Rumo à Libertadores, vamos ser campeões da Libertadores! Obrigado pelo carinho e pelas críticas. Aqui aprendi a ser homem, cidadão e a ser um verdadeiro corinthiano.

Ainda prometeu outros amistosos com a camisa do Corinthians – que, apesar de bancados por Luís Paulo Rosenberg, foram imediatamente negados por Mano Menezes e Mario Gobbi. Afinal, quem pode mais nessa disputa?

Veio o segundo tempo e, como prometeu o técnico alvinegro, a festa acabou e a vida voltou ao normal.

Apesar das muitas mudanças realizadas por Mano, o ritmo da partida continuou o mesmo. E a única coisa a se acrescentar foi o gol de Dentinho, aos 28 minutos.

Como o próprio treinador ressaltou após a partida, ainda é cedo para fazer avaliações. O importante é que temos um grupo grande, com boas opções – o que força os atletas a ter grandes apresentações para conquistarem um espaço no disputado time titular.

fabio.sallum@blogdotrio.com.br

http://twitter.com/FabioSallum

Anúncios

Responses

  1. Olha a loucura do Souza ai!!
    No ano passado, nem contra times fracos ele jogava bem. Nos resta torcer para dar certo. Deixa ele jogando o Paulista.
    Agora o Marcelo Matos não marca ninguém… nem em jogos onde não é necessário muito esforço.
    Vamos aguardar domingo para ver e ampliar a invencibilidade no paulista!
    Abraço

    Fábio Sallum: Infelizmente, o Souza já mostrou novamente que, quando é para valer, esquece de jogar futebol.

    A invencibilidade no Paulistão está mantida… mas com um empate sem-vergonha desses, é difícil de engolir!

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: