Publicado por: Blog do Trio | 05/11/2009

Começou a extorsão!

salbar

Nação Corinthiana,

Após ficar uma semana em um local a quilômetros de um mísero sinal de internet, volto a uma atividade que tanto gosto: escrever no Blog do Trio.

Porém, o assunto que venho a tratar não me traz qualquer alegria ou orgulho.

Nesta quarta-feira iniciaram-se as vendas de ingressos para os três primeiros jogos do Timão na Libertadores/2010, a serem disputados no Pacaembu.

Os absurdos preços já haviam sido divulgados pela diretoria do Corinthians na semana passada, conforme a tabela abaixo aponta:

abuso

A idéia partiu do “gênio” Luís Paulo Rosenberg, responsável pelo departamento de marketing do clube. A justificativa seria a de lucrar o máximo possível com a participação do Timão na disputa pela cobiçada taça internacional em seu ano de centenário.

Não vou discutir aqui sobre a tal elitização do futebol, tão pretendida pelos cartolas brasileiros, visto que a cobrança empregada pelos ingressos extrapolam essa fronteira, constituindo-se uma verdadeira afronta ao bom-senso.

Isso porque não é oferecida nenhuma contraprestação que sustente os valores apresentados ao consumidor, o qual continuará a sofrer com o desconforto, o péssimo atendimento e as demais condições precárias apresentadas pelo Pacaembu.

Aliás, em nenhum lugar do mundo é aplicada cobrança tão absurda.

Desta forma, teremos as arquibancadas populares lotadas, ao passo em que veremos os setores intermediários às moscas.

É corrente a especulação de que a ausência de grandes parcelas da torcida no Pacaembu não seria um problema, visto que o elevado aumento dos ingressos serviria apenas como um mote para encobrir a entrada de grandes fluxos de dinheiro não contabilizado nos cofres do clube, a exemplo da era MSI – que, segundo muitos, nunca acabou de fato. Tudo não deve passar de mera especulação mesmo.

Ironias de lado, é de se estranhar o grande número de defensores da nova medida adotada, bem como o de apáticos às imposições da diretoria do business de botequim. O pensamento que permeia estes “torcedores” é o da velha hipocrisia individualista: quem pode pagar, vai ao estádio; quem não pode, fica em casa.

Muitos torcedores organizados, de mãos dadas com a diretoria (e com seus ingressos já garantidos), se calam. Os bajuladores de plantão exaltam o profissionalismo dos “novos tempos”, em troca de migalhas.

E o verdadeiro torcedor fiel, sem voz e desmobilizado, como fica?

Ao passo em que o homem comum e as famílias corinthianas são extorquidas e afastadas de sua paixão, diretores, conselheiros, empresários, além de um sem-número de convidados, continuarão a ver o Timão jogar de graça.

O futebol é um espetáculo caro, é verdade. Mas será que o elenco que entrará em campo, bem como o trabalho técnico a ser realizado, justificarão tais medidas?

A participação do Corinthians na Libertadores, que deveria ser corriqueira, em função da grandeza do clube, ganha ares de super-evento. Isso só demonstra a diminuta mentalidade de nossos dirigentes que, ao supervalorizarem o torneio intercontinental, rebaixam o Timão, demonstrando que sua disputa seria extraordinária e fora do comum para o torcedor.

Com isso, a pressão sobre a diretoria só tende a aumentar. Espera-se que sejam realizadas contratações “galáticas” para 2010. Riquelme, cujo nome foi tão ventilado neste ano, começa a se tornar um nome regular. Que tal trazer o verdadeiro Messi para compensar tamanho disparate?

Mais do que isso, a conquista da Libertadores ganha ares de obrigação. Afinal, a falta de dinheiro não poderá novamente ser utilizada como desculpa pelos nossos dirigentes.

Cumpre relembrar que um fator importante no torneio é a presença em massa da torcida. Em favor do business, o Corinthians abdicou de seu maior patrimônio.

Fiel Torcedor

libertadores

Durante este ano, a garantia de adquirir ingressos foi o mote para o crescimento do programa de sócio-torcedor do Corinthians. Alcançamos a incrível marca de 42 mil fiéis torcedores, ultrapassando a capacidade do Pacaembu.

Porém, o consumidor do produto teve uma idéia equivocada da sistemática do programa: o ingresso para os jogos do Timão não está garantido para todos aqueles que aderiram ao Fiel Torcedor.

No início das vendas dos bilhetes para a Libertadores, tiveram preferência aqueles que assistiram, no mínimo, 10 partidas através do programa. E o consumidor que pode ter ido ao estádio mais vezes do que isso, mas não fez uso do Fiel Torcedor ou aderiu a este posteriormente, como fica?

Este enorme contigente – 40 mil pessoas – terá que se acotovelar para comprar seus ingressos somente após os ditos “preferenciais” o terem feito. Ou seja, é a substituição da fila física – com festa e protestos, na porta dos estádios -, para uma silenciosa e descontrolada fila virtual.

Não obstante, já há uma movimentação nos bastidores do Corinthians e do São Paulo FC, a fim de encerrar o conflito entre os dois clubes. A pressão para que o presidente do Timão engula suas palavras e volte a mandar jogos de grande porte no Morumbi é crescente, visto que a arrecadação na Libertadores poderia ser ainda maior.

Quem viver, verá.

fabiosallum.blogdotrio@gmail.com

http://twitter.com/fabiosallum

Anúncios

Responses

  1. Fábião, aumento abusivo mesmo… a pressão será muito grande mais uma vez e temo pelo futuro do time no torneio pq parece q o pessoal não aprende com os erros… Concordo inteiramente com o post, principalmente quanto à participação do Timão na Libertadores q devia ser corriqueira e não um evento atípico… Voltar ao Panetone é o fim da picada….
    Ps. Vc está num retiro espiritual em algum monastério? kkkk
    Abração
    Vai Corinthians!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Fábio Sallum: Wagner, 2010 será um ano de muitas emoções, certamente.

    Putz, estava no litoral do Paraná, na casa de uma tia minha.

    Até levei meu note, mas sem sinal de internet! Fiquei incomunicável!

    Abraços!

  2. Se o Corinthians tivesse seu proprio estadio, com a capacidade de 60.000 pessoas, tudo isto não estaria acontecendo.

    Só as diretorias e conselho nunca enxergaram isto.

    Agora, o clube paga este enorme mico.

    E o pior, ter que voltar a jogar no morumbi é VERGONHOSO !!

    O projeto de estadio em Itaquera está pronto, PORQUE a diretoria não aprova logo e começa a construção do estadio ??

    Deve ter muito diretor e conselheiro com cativa no morumbi, fora o $$$$ que recebem para não aprovar um novo estadio para o Timão !!!

    Fábio Sallum: Nunca mais se comentou a respeito do projeto de estádio em Itaquera.

    Se o construírem, muita gente perderá seu ganha-pão.

    Voltar a jogar no Morumbi é um retrocesso.

    Abraços!

  3. E qual seria a sua soluçao entao? Jogar no Morumbi?
    Voce aprovaria?

    Fábio Sallum: O ideal seria ter ajustado o Fiel Torcedor à capacidade do Pacaembu, sem criar uma disputa por ingressos.

    Assim como não deveria tratar a participação da Libertadores como um evento atípico.

    No mais, o Corinthians precisa construir seu estádio próprio, para não depender de mais ninguém.

    Jogar no Morumbi, nunca mais.

    Abraços!

  4. Desculpe, mas tenho que discordar. Há mercado para todos os preços cobrados, ainda mais com os descontos oferecidos. Quando todos os ingressos forem vendidos vc verá que tenho razão. Os planos FT são um sucesso. E sem dúvida as filas “silenciosas virtuais” enfrentadas no conforto do lar são muito, mas muito melhores do que ficar no sol por horas e horas esperando para comprar um ingresso, aguentando fura filas, vagabundos, assaltantes, brigas etc.

    Voltando aos preços, se há mercado para carros que custam R$ 100.000,00, para imóveis acima de R$ 1.000.000,00, para viagens caríssimas de férias em cruzeiros marítimos, há marcado também para pagar R$ 100,00 ou R$ 200,00 num jogo do time do coração no seu ano do centenário!! Com relação ao setor VIP, que sem o desconto custa R$ 500,00, também há mercado, pois se vc andar pelos jardins verá que existe muito mercado para ferraris, porsches, mercedes, bmw´s, mercado para apartamentos de R$ 2.000.000,00 ou mais, mercado para rolex de R$ 15.000,00 ou caneta mont blanc de R$ 2.000,00, mercado para o 2º maior trânsito de helicopteros do mundo, utilizado por empresários e executivos diariamente … trabalho com consultoria e vejo quanta gente tem MUITO dinheiro em SP e sei que para esses magnatas (que são muitos!!) R$ 500,00 não é nada, é dinheiro de pinga … E para as empresas então, todos sabemos que as grandes empresas oferecem entradas em grandes jogos como agrados para altos funcionários e clientes … enfim, esses magnatas e grandes empresas tem que pagar caro mesmo, pois eles podem e devem aliviar a carga sobre os demais, o povão.

    Abraço.

    Fábio Sallum: Marco, eu concordo que num estádio, você deve ter setores para os diferentes públicos, cobrando de acordo com suas necessidades.

    Um setor VIP deve ser mais caro, mas cobrar R$ 500,00 é um absurdo. Ainda mais porque nenhum conforto é oferecido em troca.

    Com certeza teremos alguns afortunados que se darão ao luxo de pagar este valor, mas os tais magnatas que você citou nem sempre estariam dispostos a pagar essa quantia para ir ao Pacaembu.

    Cobrar R$ 200,00 para a Arquibancada Laranja, bem como R$ 300,00 pela numerada descoberta, também foge completamente da realidade. Isso vai afastar as famílias que frequentemente ocupam estes lugares.

    Não duvido que o Pacaembu possa vir a lotar, sobretudo nas partidas importantes da Libertadores.

    Mas o Fiel Torcedor, que realmente trouxe facilidades ao torcedor corinthiano, teve seu sucesso de vendas impulsionado pela falsa sensação de garantia dos ingressos aos seus consumidores.

    Se tivessemos um estádio para 60.000 pessoas, seria bem diferente.

    Abraços!

  5. Ainda não me conformo com esses valores!
    Coisa de time pequeno mesmo, semelhante a esses times que vendem o mando de jogo para outras cidades na esperança de lotar com a torcida adversária. A diretoria fala de patrocinios de 50 milhões e vem extorquir o torcedor? Daí o que acontece é o que já está acontecendo: o torcedor que vai assistir mais xinga e reclama do time do que apoia. Tenho o FT da arquibancada Laranja e é notavel a diferença do estilo do torcedor que assistia os jogos da serie B em 2008 e o que vai atualmente nos jogos. Basta lembrar do terrorismo que foi feito no jogo contra o Goias por conta das falhas do Diego, ele pegava na bola e era xingado!!! Uma pena.
    Ainda estou na dúvida se comprarei.

    Fábio Sallum: São valores absurdos, realmente.

    O torcedor que sempre costumava frequentar a tradicional arquibancada laranja foi limado do Pacaembu.

    Eu também já havia percebido o aumento do número de corneteiros. É uma realidade, infelizmente.

    O patrocínio de 50 milhões está apenas no papel. Os patrocinadores estão relutantes em aceitar tais valores.

    Abraços!

  6. Nosso gênio de plantão, ao invés de investir ferrenhamente contra os bolsos do torcedor, deveria começar a lutar por outras coisas óbvias para o Corinthians?

    A cota de TV é uma, no paulistão recebemos absurdamente o mesmo que o Santos, que só tem seus jogos na TV aberta, quando enfrenta o trio ferro e por outro lado somos a locomotiva do ibope, superando até mesmo a seleção.

    Outra boa sugestão seria usar os dons, de que ele tanto se gaba para negócios, para que livrasse o time dos Souzas e Acostas da vida. Uma baita economia.

    Também deveria lutar o Sr. Rosenberg para que esse dinheiro do torcedor, que ele tanto ama, fosse aplicado no time de futebol e não nas churrasqueiras do PSJ.

    Fábio Sallum: David, realmente o Corinthians deve lutar por uma cota maior pelos direitos de transmissão de seus jogos.

    O Timão tem propiciado recordes de audiência à TV Globo, sem ganhar qualquer acréscimo em troca.

    Seguramente, em 2010 a audiência será altíssima.

    E, com os preços dos ingressos lá no alto, a procura pelo PPV deve sofrer sensível aumento.

    Vale lembrar que a Globo e o SporTV transmitem todos os jogos da Libertadores, visto que não há pacotes de PPV para este torneio.

    Abraços!

  7. É fabião, dá pra entender o aumento, afinal o Pacaembu oferece um enorme conforto (?) em suas arquibancadas acimentadas ou áreas mais nobres com cadeiras quebradas! Tudo o que esse bando do Rosemberg quer é ganhar mais e mais dinheiro! Sem contar que convenhamos, o se público do Fiel Torcedor for o mesmo do jogo da final do paulistão, meu Deus! Nem cantar esse público sabia! Enfim…

    Quanto aos ares de obrigação, é perigoso, pois pode-se repetir cenas lamentáveis que é melhor não comentarmos aqui…

    E voltar a jogar no Morumbi? Espero que, SE acontecer, nossa torcida venha dar a resposta a altura! É total retrocesso, e uma enorme vergonha!

    Abraços

    Fábio Sallum: Felipe, assinado embaixo!

    Abraços!

  8. Entao ta. Entendi sua proposta.
    Fiel torcedor fechado ao numero de vagas no Pacaembu, e o restante bloqueado.
    Se os do pacote resolverem não comprar ingresso, os lugares ficariam vagos?
    Ou então, segundo sua sabedoria, construir um estadio primeiro, em 03 anos, e só depois criar o FT, e novamente limitado a capacidade do estadio.
    Sinto muito, sua opiniao é conflitante e ambigua com a realidade.

    Fábio Sallum: Thiago, acho que a sua ânsia em rebater minhas afirmações não permitiram que você observasse claramente certos aspectos.

    Primeiramente, o Fiel Torcedor tem um prazo para adquirir seus ingressos, com antecedência. Terminado este prazo, que vai até 3 dias antes da partida, ele não mais pode fazê-lo.

    Desta forma, os ingressos que não são comercializados desta forma, são disponibilizados nas bilheterias. Não existem, e nem haveriam, lugares vagos em decorrência disso.

    Quando um estádio maior fosse construído, a capacidade do Fiel Torcedor poderia ser ampliada.

    Não vejo o conflito ou a ambiguidade mencionados por você.

    Baixe um pouco as armas.

    Abraços!

  9. Sallum: desculpe mas vc está equivocado na base de seu raciocínio, pois claro que o número de FT não tem nada a ver com a capacidade do estádio. basta estabelecerr ( como o foram ) critérios para a compra dos ingressos. O Inter , entre tantos exemplos,possui mais de 100 mil sócios-torcedores e o beira-rio está longe dessa capacidade. O Boca pretende atingir 500 mil sócios, pelo seu raciocínio, onde eles serão colocados?

    Fábio Sallum: Bruno, em ambos os exemplos que você usou, a sistemática empregada é diferente da utilizada no Fiel Torcedor.

    Tanto o sócio do Inter quanto do Boca podem usufruir do patrimônio do clube e participar de sua política. No Corinthians, há duas modalidades bem distintas: sócio-torcedor e sócio do clube.

    Se o Fiel Torcedor seguisse o modelo dos clubes citados – o que somente seria possível através de mudança estatutária – eu apoiaria seu inchaço.

    Abraços!

  10. Felipe: sou do bando do Rosemberg! Temos que reestruturar financeiramente o clube, doa a quem doer!

    Fábio Sallum: Bruno, você precisa sair do mundo da fantasia e conhecer melhor o clube.

    Não é possível reestruturar o Corinthians sem cortar a gastança desesenfreada com altos salários para jogadores medíocres, comissões a torto e a direito, negócios obscuros, favorecimentos, entre outros.

    Isso sem falar no prejuízo causado pelo clube social.

    É justo passar toda essa conta para o torcedor?

    Abraços!

  11. Prezado Fábio,
    o boleto para pagamento da filiação ao sócio torcedor vem em nome da Omnisys bem como o recibo de compra de ingressos.
    Você saberia dizer qual o percentual que fica com esta empresa e quanto cabe ao Corinthians?
    abçs

    Fábio Sallum: Xará, eu confesso que não tenho conhecimento desses detalhes.

    Seria necessário analisar o contrato estabelecido entre o clube e a Omnisys, que é quem gere o Fiel Torcedor.

    Vou procurar me informar melhor e escrevo aqui.

    Abraços!

  12. VERGONHA PAULISTA:

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Selecao_Brasileira/0,,MUL1367673-15071,00-RICARDO+TEIXEIRA+NAO+HA+UM+PLANO+B+PARA+O+MORUMBI.html

    05/11/09 – 12h57 – Atualizado em 05/11/09 – 12h57
    Ricardo Teixeira: ‘Não há um plano B para o Morumbi’
    Presidente da CBF volta a garantir o estádio na Copa do Mundo de 2014 e diz que espera que o comitê paulista atenda às exigências da Fifa
    Thiago Lavinas Rio de Janeiro

    O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, comentou rapidamente nesta quinta-feira durante o III Seminário das cidades-sedes da Copa do Mundo da Brasil 2014, no Rio de Janeiro, que o comitê organizador não trabalha atualmente com uma alternativa de um estádio em São Paulo para a competição. O projeto de reformas do Morumbi não agradou à Fifa.

    No final de setembro, após a reunião do conselho executivo da Fifa, no Rio de Janeiro, o presidente Joseph Blatter voltou a dizer com todas as letras que o Morumbi não tem condições de receber, pelo projeto apresentado à Fifa, jogos importantes da Copa do Mundo de 2014. A cidade pleiteia a abertura da competição, já que a final vai ser no Maracanã. Mas para a entidade o estádio não atende todas as exigências do caderno de encargos. Blatter procurou deixar claro que isso não significa que o Morumbi está fora da Copa do Mundo. Apenas não pode receber partidas de prestígio como a abertura, a final ou uma das
    semifinais da competição.

    – O comitê organizador de São Paulo recebeu o relatório da Fifa sobre o Morumbi e vai ver a possibilidade de cumprir tudo aquilo que a Fifa determinou. Não há um plano B. Para nós o estádio de São Paulo é o Morumbi – disse Ricardo Teixeira.

    A polêmica é antiga e vem desde que o Governo de São Paulo resolveu indicar o estádio para a Copa do Mundo de 2014. Dirigentes do Tricolor e representantes do Estado garantem que o Morumbi, após as reformas que devem durar dois anos, vai se enquadrar às exigências da Fifa. Mas a entidade, por várias vezes, já apontou problemas no estádio.

    Fábio Sallum: Realmente isso é uma vergonha, Paulo.

    Mas, cá entre nós, isso parece mais jogo de cena político.

    A informação que tenho é a de que a opinião do Ricardo Teixeira sobre o Morumbi é bem diferente desta declarada aos jornalistas.

    Abraços!

  13. Falou tudo, concordocom tudo que vc disse. Ingresso a 300, 500 reais é um ABSURDO. Só a diretoria do Corinthians mesmo…

    Fábio Sallum: O pior é o “bando de loucos” que está aplaudindo tudo isso.

    Realmente um absurdo.

    Abraços!

  14. Bruno Fagnoni, no Timão é complicadíssimo vc falar q é do bando de alguém… se vc virar fiador do cara vc tá morto… só tem cobra…
    Fábião, num é a toa q vc é advogado…. tem argumento pra tudo….kkk
    abraço
    Vai Corinthians!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Fábio Sallum: Wagner, para discutir certos assuntos, é preciso ter vários argumentos na manga.

    Valeu pela força!

    Abraços!

  15. Fábião, agora recebi a melhor notícia do ano… tão oferecendo o Souza pro Galo… só falta ter q pagar o salário do peso-morto ainda…
    abraço

    Fábio Sallum: E quem o trouxe para o clube deveria ser condenado a restituir os nossos cofres, a título de perdas e danos.

    Abraços!

  16. A solução seria a construção de um estádio para 35 milhões?

    Ou então repaginarmos o “Socio Torcedor”, do Dualib, Citadini, Carla e Cia Ltda?

    Fábio Sallum: Silvinho, apesar de suas insinuações e de discursos demagógicos, como este acima apontado, eu o respeito.

    Você entendeu muito bem o que eu tratei em meu texto, mas preferiu se utilizar do velho expediente da distorção dos argumentos alheios para tentar desacreditá-los.

    O programa Fiel Torcedor realmente acabou com as filas e com muitas dores de cabeça causadas pela desorganização na comercialização de ingressos.

    Porém, você não pode negar – até porque propagou ostensivamente isso em seu blog – que muitos torcedores aderiram ao programa nos últimos tempos por entenderem que, desta forma, teriam seus ingressos GARANTIDOS para ver os jogos do Corinthians. A questão da preferência também não havia sido previamente comunicada, mas, por ora, o contigente ainda é pequeno.

    Eu tenho minhas críticas ao programa, mas apenas no intuito de procurar aperfeiçoá-lo e tentar ao máximo livrar o torcedor de ônus desnecessários.

    É engraçado como agora as pessoas tentam atribuir os mandos e desmandos de Dualib somente a “fulano” ou “sicrano”, como se todos não tivessem participado da gestão, que sequer possuía oposição à época. Já da “era MSI”, ninguém fala nada. Deve ser saudades.

    Honestamente, não me venha com essas histórias de “patotas” ou outras insinuações que, sem coragem de dar nomes, você joga ao ar. Isso é coisa da sua cabeça.

    Ao contrário de determinados espaços na internet, aqui não há pau-mandado, não há puxa-saco, nem coisa parecida.

    Quem acompanha os meus textos no Blog do Trio sabe que eu elogio os acertos da diretoria e critico aquilo que entendo não se coadunar com uma gestão profissional.

    Você escreve bem, Silvinho. Só lhe falta um pouco de independência e transparência.

    Aliás, essa palavra caiu em desuso nos últimos tempos.

    Se não consegue admitir uma democracia saudável, onde todos podem exarar opiniões – mesmo que contrárias às ditas “suas” -, fica realmente difícil.

    Abraços!

  17. POSTAGEM JUSTA!!! PERFEITA!!!

    Nós que roemos o osso, não teremos direito ao filé!

    Jogo de volta da Copa do Brasil 2008 contra o Goiás, time na série B precisando ganhar por dois gols de diferença para passar para fase seguinte: comprei meia-entrada por R$ 7,50 (sete reais e cinquenta centavos). Isso mesmo!! Precisava da torcida … preços populares!!!

    Pra quem foi pela primeira vez a um estádio de futebol no ano de 1981, tá phoda!! Nossa arquibancada está descaracterizada!!

    Bom, esperar o quê de um “gênio” que um dia acordou com a brilhante idéia, ou teve um “insight”, como queiram, e imaginando que o torcedor corinthiano é um torcedor roxo, teria ele, enquanto “gênio” diretor de marketing, na sua concepção administrativa (que é passageira, por sinal) romper a tradição e nos tornar “tricolores”: branco, preto e ROXO!!! Roxo, lilás, rosa escuro … etc …

    Mas se você não conseguiu o seu ingresso, volta lá no blog da Globo e pede os ingressos que a Yule tá exibindo lá! Afinal de contas ela não vai precisar daqueles ingressos mesmo, vai guardar de recordação … pois, com certeza, o ingresso VIP dela já tá garantido a custo zero!!!

    Saudações Alvi-negras (ROXO, nunca!) à toda Nação Corinthiana!!! Principalmente aos 29.960.000 que estarão de fora do Pacaembu durante a Libertadores!

    Quer saber duma coisa, “brother”!!?? Nem faço muita questão de estar no estádio com esse bando de bobões que ao conseguirem comprar o ingresso imeditamente recorrem ao blog da Yule para mostrarem a ela (como se fosse alguma grande referência como torcedora) e exibirem aos demais o seu troféuzinho!! PHODA-SE!! Enfia o ingresso no C*!!!

    Encerro com uma pergunta pra ti, Fabio Sallum … você tem cara de muléqui (não no sentido pejorativo)! Você por acaso dividiu arquibancada ou já ouviu falar do Ribeiro?? Será que ele conseguiu se cadastrar a tempo e estará nos jogos da Libertadores!!??

    Fui … falei demais …

    Fábio Sallum: Fernando, realmente nossa arquibancada está descaracterizada. Vejo frequentemente pessoas que nunca pisaram num estádio.

    Mas, fazer o quê? Sinal dos (tristes) novos tempos.

    O filé já era e estão tirando até o osso do torcedor.

    Não conheço o Ribeiro. Quando ele aderiu ao Fiel Torcedor?

    Abraços!

  18. Putz, cara …

    Decepção contigo … agora que vi … seu blog tem moderador!!!??? …

    Xará, me desculpe … mas pra mim “moderador” é sinônimo de “censura”!! Foi malz … é o que penso!!

    Agora até fiquei (sinceramente) na dúvida … meu post anterior tinha palavrão!! Será que vai ser publicado!!??

    Abraços …

    Fábio Sallum: Fernando, a moderação é apenas para evitar que comentários puramente ofensivos e SPAMs sejam publicados.

    Não se preocupe, pois nós do Blog do Trio não selecionamos recados ou coisa que o valha.

    Aqui você sempre terá voz! Mesmo com os palavrões!

    Abraços!

  19. Fabio respeito sua opinião contraria ao Fiel Torccedor.
    Mas discordo totalmente em relação as criticas que vc vem fazendo ao novo modelo de aquisição de entradas para os jogos do Timão.
    Fasso parte do programa desde de dezemnbro do ano passado, fui em todos os jogos este ano no Pacaembu e até no morumbixa e beira rio através do programa, estou muito satisfeiro hoje sou um torcedor livre sem ter que depender de Tos, ou ficar refem dos cambistas e o melhor não preciso pegar filas longas e quando chegar minha vez o atendente falar acabou, ou então ter que sair na mão com alguem para ser atendido.
    Desculpa mas esse seu pensamento só impede o progresso. Sou um torcedor que frequento estadio a 20 anos, e a três anos sócio frequentador do clube acho que a melhor coisa que o Corinthians fez para sua torcida nos ultimos tempo foi esse programa só acho que NÃO devemos permitir preços abusivos ai sim concordo com vc. Fiz varias criticas no começo no entuito de melhorar e não de acabar com o programa a maneira que vc coloca e alguns outros que opina aqui, parece que querem que acabem com o programa e volta o velho e perverso modelo predador de ingressos nas bilheterias onde os oportunistas de plantão fazem a festa se enriquecem através do cambio. Vc sabe que todo torcedor tem direito a comprar três ingressos na bilheteria o cambista investe em 10 garotos para comprar pra ele, sendo já teria 30 entradas fora as três que ele tem direito além dos esquemas que existe com os bilheteiros imagina meu caro o quanto ele ia vender as entradas para libertadores 100,00 / 200,00 / 300,00 / 400 / 500 sei lá a quanto, só acho justo eu pagar o que realmente é o preço oficial do clube. As Tos teria suas entradas separadas e o povão iria recorrer a quem me fala? E olha que faço parte de Tos tb, pense nisso fassa uma reflexão não seja contaminado por uma opisição inesistente. Faz uma pesquisa com todos os Fiés que utiliza o programa pergunte se estão satisfeitos com o programa, acho que seria mais democratico, e aconselho a quem não se aderiu ainda que o fassa o quanto antes vc estara ajudando o SCCP e não uma diretoria, e indiferente de quem for o próximo presidente não podemos permitir que acabe com o programa seria um retrocesso. E quanto a limitação do estádio eu tb tinha essa duvida fiz questionamento com o responsavel pela organização da arrecadação do clube, ele me mostrou a planilha e o resultado foi que: o percentual de frequencia é de 30% rotativo ou seja se hoje temos 50mil cadastrados só 15mil utiliza do expediente, então pelas contas daria para ter um quadro de sócios de 135mil sócios onde chegariamos em um publico de 40.500torcedores por jogo pensem nisso é bom para o Corinthians hoje no Pacaembu cabe 41mil , e outra não só existe o campeonato da libertadores, tem o paulista, brasileiro, sulamericana para 2010 e os outros anos o Timão continua existindo, vamos ser mais coerentes nas colocações ”Em Pról do Grande Corinthians” e não a dirigentes.

    abs

    Fábio Sallum: Tico, eu não estou querendo acabar com o programa Fiel Torcedor.

    Acredito que é uma iniciativa muito interessante e que apenas deveria ser aperfeiçoada, com preços mais acessíveis em alguns planos, como o referente às arquibancadas laranja e numeradas.

    Essa discussão sobre prós e contras é saudável para melhorar o programa, e em nenhum momento tem a intenção de colocar-lhe fim.

    Isso não tem nada a ver com situação, oposição ou coisa parecida. Boas idéias precisam vir de todos os lados, sobretudo dos torcedores.

    Mas se engana quem pensa que o Fiel Torcedor pôs fim ao trabalho dos cambistas, que continuam agindo livremente nas cercanias dos estádios.

    Entendo que, para ajudar o Corinthians, os torcedores deveriam procurar adquirir títulos do clube social, que tem causado um considerável prejuízo.

    O sócio do clube não tem descontos na aquisição de ingressos, mas pode usufruir todo o espaço do Parque São Jorge e participar mais ativamente do dia-a-dia do Timão, inclusive votando nas eleições diretas.

    Certamente, isso contribuiria para o saneamento financeiro do Corinthians, bem como em sua democratização.

    Afinal, somos o time do povo. E o povo não pode ficar afastado daquilo que lhe compete.

    Abraços!

  20. Então estamos começando a falar a mesma lingua o programa é bom sim tem que continuar. Só achei o titulo do texto errado vc colocou ”Começou a Extorção!” não estou me sentido extorquido pelo contrario estou sendo tratado com atenção que antes não existia.Quando é pra reconhecer meu caro mesmo não gostando da situção temos que reconhecer esse programa é bom.
    Quanto a mafia dos cambistas ainda existe pq o torcedor que frequenta estadio na sua totatlidade ainda não se filiou ao programa e quando isso acontecer ai meu velho eles vão ter que procurar outra praça para ganhar dinheiro. E como disse anteriormente o que devemos brigar é Não permitir preços abusivos, não adianta eles(diretoria) fazer cagada adm contratando péssimos jogadores gerar despesas altissimas e depois jogar a conta no colo da Nação Corinthiana.
    Em relação aos sócios patrimoniais do clube condordo com vc deveria estender beneficios em jogos do Timão tb, só acho que o titulo do clube é muito caro acho que deveria voltar aquela promoção onde o sócio no primeiro ano pagava 75,00 por mês proveniente ao titulo e depois começaria pagar a manutenção de 70,00 mês familiar ou 50,00 mês individual.
    E outra essa diretoria adm pensa muito em dinheiro nem vou citar o Roxo ja causou muita polemica. Eles poderiam criar alguns beneficios aos sócios que pagam em dia suas manutenções ex: estacionamento gratis pelo menos durante a semana, hoje é muito caro frequentar o clube, a pessoa tem que pagar 70,00 manutenção, consumir produtos de péssima qualidade cervaja sol, bavaria aff muito ruim, e ao entrar no clube vem estacionamneto no minimo 4,00 por 2 duas horas e no maximo 8,00 o periodo acima de seis horas, ou seja se eu for 6 vezes no clube por mês e ficar um periodo de 6 horas com minha familia vou gastar 48,00 só de estacionamento mais 70,00 manutenção totalizando 118,00 mês só para entrar no clube, mais o Fiel Torcedor, meu Deus quanto gasto…
    Eles precisam democratizar o clube com preços acessiveis e dar opção de consumo de produtos variados quem quizer beber brahama que beba que quizer beber bavaria que beba e por ai vai….
    Abs
    Vai Corinthians!!!

    Fábio Sallum: A extorsão citada no título se remete aos abusivos valores dos ingressos.

    Quanto ao clube social, o valor do título não é muito caro, se comparado com o de outros clubes. É mais barato que o do Palmeiras, por exemplo.

    A vantagem é que é possível parcelar o valor do título em 12 vezes.

    É uma despesa a mais, realmente. Mas acredito que os corinthianos deveriam avaliar a possibilidade de se associarem ao Corinthians.

    Quanto à cerveja, o clube tem contrato com a FEMSA, distribuidora da Coca-Cola e da cerveja Sol (que não é lá tão ruim assim).

    Abraços!

  21. Caro Tiko Loko, vc. nao percebeu ainda que a critica aos preços e quem se sente “extorquido” parte de meia duzia?
    Se meia duzia (queria o VIP a 50 mango – ate eu),
    se sente extorquida, eh evidencia obvia de que o plano alem de bom foi extremamente justo.
    Acho que quem se sentir extorquido, simplesmente nao deveria ir. Simples.
    O significativo Sallum, e vc. nao pode negar isso em nenhuma hipotese, eh que a maioria, e principalmente daqueles que compraram o FT foi privilegiada e com muita justiça por sinal.
    E se houve justiça, o resto da critica perde o sentido.
    Exigir que houvesse 100% de satisfeitos eh uma inconsequencia verbal, me desculpe.
    E estou desarmado, como vc.pediu. Desarme-se tambem, e nao rotule por favor aquele que discorda de ti, como “olhos fechados” “bando de loucos aplaudindo” etc.
    Saiba que os outros, tambem pensam e tiram suas conclusoes.

    Fábio Sallum: Realmente, quem adquiriu o Fiel Torcedor tem todo o direito de receber privilégios, pois está pagando por eles.

    É isso que torna o programa atraente e o transformou em um sucesso de vendas.

    A questão é que, fora as arquibancadas amarela, verde e tobogã, os ingressos receberam uma majoração absurda.

    Nem estou tratando do setor VIP, mas das arquibancadas laranja e numeradas descobertas. Com um preço tão salgado, as tradicionais famílias alvinegras praticamente deixarão de prestigiar no Corinthians em campo.

    Nós não podemos olhar apenas para o próprio umbigo e esquecer dos demais torcedores.

    Ninguém espera 100% de satisfação, pois isso é impossível. Mas é preciso pensar nos diferentes nichos da torcida.

    Cobrar R$ 200,00, R$ 300,00 ou R$ 500,00 por um ingresso é um absurdo e foge da realidade sócio-econômica de nosso país.

    Simples.

    Abraços!

  22. tem que pagar caladinhos bando de trouxas, Morumbi nunca mais mesmo… para quebrar tudo que é dos outros ??? MORUMBI PARA VOCÊS NUNCA MAIS!!!!!

    Fábio Sallum: Ai, Jesus.

    O São Paulo FC reza todo dia para que o Corinthians volte a jogar no Morumbi.

    O dinheiro do aluguel que o Timão costumava pagar deve estar fazendo falta nas finanças tricolores.

    Concordo em você em um ponto apenas: Morumbi, nunca mais!

    Abraços!

  23. Eu acho que antes de você criticar você deveria esperar para ver o resultado para não quebrar a cara e depois voltar a postar com rabo entre as pernas! O “gênio” Luís Paulo Rosenberg para mim é GENIO e prova disso foi a vinda do Fenomeno Ronaldo e olha que TODOS duvidavam!!! Então ele tem muita credibilidade e tambem sabe o que faz. Você poderia ajudar esse projeto incentivando e não descendo a lenha. Muito ajuda quem não atrapalha!

    Fábio Sallum: Wil, a vinda do Ronaldo em nada teve a ver com o Rosenberg.

    Cada um tem o gênio que merece.

    Abraços!

  24. já se convenceu que o morumbi sera o estadio paulista pra copa ou ainda acredita em papai noel?

    Fábio Sallum: Gabriel, só vou me convencer quando puder ver o Morumbi plenamente reformado com dinheiro público, recebendo jogos de segunda ou terceira categoria. E com a abertura da Copa sendo no Mineirão ou no Mané Garrincha.

    Abraços!

  25. QUE COMENTARIO ENFELIZ
    TODOS OS CLUBES COMBRAM 50,00 NA LIBERTADORES.E PRO FIEL TORCEDOR ESTE MESMO INGRESSO VAI SAIR POR 35, 40,00.O QUE TA ALTO É A PARTE NOBRE DO ESTÁDIO.PARA QUEM PODE PAGAR.TEMOS QUE ARRECADAR MESMO.E QUANTO AS CRITICAS AO FT UM ABSURDO! O QUE TEM DE MAIS TER MAIS ASSOCIADO DO QUE A CAPACIDADE.POR ACASO OS 150.000 TORCEDORES DO PORTO CABEM EM SEU ESTÁDIO.O BARCELONA COM 120 MIL SÓCIOS, INTERNCIONAL COM 100.000.TODOS TEM MAIS SOCIOS DO QUE A CAPACIDADE DE SEUS ESTÁDIOS.CRITICA INFUNDADA.O SANCHES TEM SEUS ERROS MAS TEM MAIS ACERTOS.ASSISTA AO DVD DO 1° SEMESTRE E SE CALE BLOGUEIRO…..

    Fábio Sallum: Willian, desde quando a arquibancada laranja é “parte nobre do estádio”??

    O torcedor comum fica relegado apenas à arquibancada verde e ao tobogã – lembrando que a amarela é das organizadas.

    Ninguém aqui está ponderando se a gestão tem mais erros ou acertos. Mas a majoração absurda dos ingressos é um erro e deve ser discutida amplamente.

    O fato do Corinthians ter conquistado títulos importantes neste ano não dá o direito de extorquir o torcedor.

    Abraços!

  26. “Fábio Sallum: Wil, a vinda do Ronaldo em nada teve a ver com o Rosenberg.”
    Não teve? Foi pura jogada de Marketing, todos os meios de comunicação falavam a mesma coisa. E independente disso ou daquilo o Rosenberg esta fazendo um grande trabalho no Corinthians, falta agora você me dizer quera a “Era Dualib” foi exemplar.
    Os ingressos da Libertadores ainda é uma icognita porem é muito precoce a mesma receber criticas tão insicivas quanto as suas, eu creio que ira dar certo pois o Corinthians é diferente de tudo, nós torcedores fazemos sempre a diferença.
    Respeito a sua opinião porem é impossivel concordar com você em muitos aspectos.
    “Cada um tem o gênio que merece.” Sobre a sua ironia eu dispenso.

    Abs

    Fábio Sallum: Quem contratou o Ronaldo foi o Andrés, que teve méritos neste feito.

    O Luís Paulo Rosenberg entrou depois da contratação e não soube explorar ao máximo a imagem do Fenômeno.

    Realmente marketing da Era Dualib era praticamente inexistente, mas isso não faz do Rosenberg um gênio.

    As críticas são referentes aos preços dos ingressos da Libertadores. Qualquer torcedor, como consumidor do produto futebol, tem todo o direito de criticar quando se sente lesado por iniciativas eminentemente mercantilistas.

    Abraços!

  27. O Corinthians interrompeu às 19h desta segunda-feira a venda de ingressos pela internet para os três primeiros jogos da Taça Libertadores de 2010. O sistema não suportou a grande procura dos associados ao plano “Fiel Torcedor” e só será colocado no ar novamente nesta terça-feira.

    Os principais problemas durante a comercialização foram a duplicação dos bilhetes e erros nos descontos referentes a cada plano. Os valores pagos indevidamente serão devolvidos pelo clube. Foram vendidos 36.200 ingressos de um total de 120 mil colocados à disposição. Não há mais entradas para as arquibancadas verdes.

    Os ingressos estão sendo vendidos por R$ 50 (arquibancada e tobogã), R$ 200 (arquibancada especial), R$ 300 (numerada descoberta) e R$ 500
    (numerada VIP).

    Link: http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Corinthians/0,,MUL1372515-9862,00.html

    ===============================

    To vendo que vc vai quebrar a cara! kkkkkkkk

    Fábio Sallum: Alex, é óbvio que as entradas para os setores mais baratos iriam esgotar.

    E o que é pior, os ingressos terminaram rápido demais e deixaram desapontados muitos membros do Fiel Torcedor, que acreditavam que teriam suas entradas garantidas.

    Não vou me surpreender se, nos dias dos jogos, vários cambistas estiverem comercializando ingressos da arquibancada verde e do tobogã.

    Até agora, não aconteceu nada diferente do que eu falei.

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: