Publicado por: Blog do Trio | 02/11/2009

Lua de fel

guibar

Nação Palestrina,

Veiculamos aqui no Blog do Trio a notícia da condenação de Juca Kfouri, em primeira instância, no processo promovido pelo Dr. Joaquim Grava, visando reparação por danos morais.

E mais uma vez os danos morais, ou melhor, a indenização por tê-los causado, volta à vida de nosso querido Juca.

Dessa vez, o vitorioso foi o Presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

O texto ofensivo intitulava-se “Edilson, o capeta” e foi publicado em 22 de junho de 1999 no Jornal dos Sports.

O trecho que gerou polêmica foi o seguinte:

“Tecnicamente o melhor do país, Luxemburgo consultou seus superiores (também homens da melhor postura ética) e trocou Edílson por Ronaldinho, ao que tudo indica um novo fenômeno (e aqui não há ironia) em nosso futebol”, diz o trecho usado como argumento do processo. Kfouri se referia à decisão do técnico de trocar jogadores em campo, segundo informa o site do STJ.

Fico particularmente triste por ver um jornalista com os recursos técnicos de que dispõe Juca Kfouri cair na tentação (e no risco) que a ironia nos apresenta, enquanto figura de linguagem.

É certo que a informação pura, livre de dogmas, preconceitos e conceitos não existe.

Contudo, acredito que devamos nos esforçar para afastar do texto jornalístico nossas implicâncias e predileções, sob pena de colocarmos nosso ponto de vista à frente dos fatos.

Sempre acreditei que o clima de fofoca e agressão estivesse afeto àqueles que, graças à falta de conteúdo, não tinham o que falar.

No entanto, começo a crer que a vocação para o diz-que-diz é universal.

guilhermemendes.blogdotrio@gmail.com

http://twitter.com/guirmmendes

Anúncios

Responses

  1. Grande texto!

    Incrível o corporativismo da “imprensa”. quando se faz um crítica sobre a qualidade e o verdadeiro papel da imprensa, volta aquele blablabla de q se está defendendo a censura, etc. Os “jornalistas” não aceitam ser criticados.

    E de tanto as posições pessoais e dos patrões estarem embutidas na notícia, questiona-se qual é a real verdade? Em quem confiar?

    Gosto muito do Juca mas deixei de considerá-lo como fonte de notícias faz tempo. Assim como 90% dos jornalistas desse país. Sem entrar em questões políticas, é claro. Aonde as coisas são bem piores.

    Mas analise friamente a maior parte dos programas esportivos e tira-se muito pouco de bom. Mesmo em lugares que foram rotulados de “do bem” como a Espn.

    E esse pessoal se dói, vendo que as pessoas têm outras possibilidades de se informarem, como os blogs, de discutirem. E a imprensa de repente está virando vidraça também.

    Ano que vem, especialmente, veremos ainda mais claramente o nível da nossa imprensa. Vai ser duro ler qualquer jornal nesse país.

    Admiro muito os jornalistas que ainda se preocupam somente com a verdade, doam a quem doer. Que buscam apenas informar.

    Mas infelizmente a maioria esmagadora da nossa população não tem o discernimento para distinguir essas coisas e isso é fruto do ridículo investimento dos governos em educação.

    Ok, é um blog de futebol. Mas quem disse que as coisas são tão separadas assim?

    Abs

    Caro Fernando,

    Corroboro integralmente o que você disse. Por pensarmos assim, aqui no Blog do Trio buscamos aprofundar a abordagem dos temas futebolísticos.

    Abraços…………….

    Guilherme Mendes.

  2. Juca foi o primeiro a dizer que Aécio Neves agrediu a namorada em um evento no RJ, evento este em que o jornalista não estava presente. Foi uma fonte segura dele que passou a informação. Na nota Juca fez um comentário no mínimo deselegante comparando um suposto “costume” de Aécio com o do ex-presidente Fernando Collor. O blgueiro Noblat conversou com 6 pessoas que estavam presentes ao evento e nenhuma delas viu o entrevero. Acho que a fonte do Juca é a mesma que garantia que no começo do ano passado Valdivia estaria se apresentado ao SPFC….

    Meu caro,

    Essa história de fonte (e seu sigilo) é um prato cheio para a criação de boatos.

    Abraços………

    Guilherme Mendes.

  3. post imbecil, nao tem relação com esporte e sim com uma briga juridica entre duas pessoas fisicas….odeio seus posts….

  4. quanta babaquice.
    Cara sério mermo era o Kajuru, o resto é resto.
    Coitado do Juca, gente boníssima levando na espinha por causa desses imbecis que ditam as regras do nosso futebol.

  5. Otimo texto, e uma grande liçao para quem quiser aproveitar. Jornalista deve prioritariamente informar. Quando informa, segundo seus interesses , implicancias (muito bem colocado), se embanana.
    A inclusao digital esta derrubando aos poucos essas figuras, que estao vendo o metro passar, e insistem em esperar pelo bonde.
    A grande maioria dos leitores (nao da populaçao logico), ao contrario do que disse o amigo Fernando, esta a cada dia mais ligada nas reais intençoes do jornalista, e formando sua propria opiniao. Resumindo, esta caindo a ficha.

    Caro Thiago,

    Também concordo que a democratização dos meios de propagação de idéias tende a melhorar a qualidade das notícias.

    Abraços………

    Guilherme Mendes.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: